quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Rompendo o Silêncio no Brasil e exterior


II Caminhada também reuniu milhares por todo o mundo


Da Redação / Fotos: Cedidas
redacao@arcauniversal.com


No dia 24 de novembro, véspera do Dia Internacional da Não-Violência contra a Mulher, aconteceu simultaneamente em diversas regiões brasileiras e no exterior, a II Caminhada “Rompendo o Silêncio”, do projeto Raabe, coordenada pela escritora e apresentadora do The Love School – A Escola do Amor, Cristiane Cardoso.

Ela esteve presente em São Paulo, e junto ao seu esposo, o bispo Renato Cardoso, e à delegada Rosmary Corrêa, e com a ajuda de advogados, assistentes sociais, psicólogas e voluntárias do projeto, pode alertar e auxiliar milhares de mulheres sobre o tema violência doméstica.

Em Maceió, capital de Alagoas, estado onde o número de denúncias chega a 401 para cada 100 mil habitantes, a  caminhada aconteceu no Corredor Vera Arruda, na orla da Praia de Jatiúca. Uma multidão percorreu as ruas da cidade a fim de romper o silêncio contra a covardia das agressões psicológicas e físicas.

“Com o apoio de psicólogos, advogados e assistentes sociais, temos levado as mulheres a denunciar os agressores”, conta Helena Gouveia, coordenadora do Projeto Raabe em Alagoas. “Fiz a denúncia e comecei a participar das reuniões da Igreja Universal. Até meu casamento foi transformado. Por isso, afirmo que esse projeto é muito importante na vida da mulher”, destacou uma das participantes da caminhada, Cícera da Silva.

Em Salvador, capital da Bahia, estado onde dados do Mapa Violência 2012 revelam que cerca de 5,6 assassinatos são cometidos para cada 100 mil mulheres (ao passo que a média nacional é de 4,4), a caminhada reuniu 2,5 mil mulheres na principal avenida da orla. As participantes contaram com uma oração realizada por dona Marilene Decothé, esposa do bispo Francisco, responsável pela IURD na Bahia, e com uma palestra sobre a legislação que pune a violência doméstica e os locais onde é possível encontrar ajuda.

Durante o evento muitos moradores fizeram questão de demonstrar apoio à iniciativa, a exemplo da atendente Ligia Silva. “É importante sim denunciar, para que essa situação não fique impune, até porque a agressão não atinge apenas a vítima como também toda a família”.

Na Bolívia, país onde cerca de 55% da população feminina sofre com abusos e agressões em casa, a caminhada reuniu mais de 700 pessoas. As participantes simularam, com maquiagem, machucados em seus rostos, como forma de demonstrar o sofrimento daquelas que sofrem com as agressões.

O evento organizado por Cinthia Queiroz, do projeto Raabe local, encheu as ruas do centro da cidade boliviana de Santa Cruz. Autoridades estiveram presentes na Praça 24 de setembro. A diretora da ‘Defensoria das Mulheres’ parabenizou a iniciativa do projeto. “A mulher, hoje em dia, deve ser atualizada e saber que possui os mesmos direitos como cidadã, e que não deve aceitar qualquer tipo de violência”, disse.

fonte: arcauniversal

IURDTV - Santo Culto com o Bispo Macedo 11/11/2012

IURDTV - Santo Culto com o Bispo Macedo 04/11/2012

IURDTV - Santo Culto com o Bispo Macedo 07/11/2012

A expressão da fé - Palavra Amiga - 26/11/2012

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Justas Ofertas - Palavra Amiga - 23/11/2012

Um convite à fé


Durante encontro especial no bairro do Brás, bispo Macedo ensina sobre a força do sacrifício e das atitudes


Por Thais Toledo / Fotos: Demétrio Koch
redacao@arcauniversal.com


Com muitas dívidas e sem direção para reverter sua situação, a publicitária Marta Barreto, de 58 anos, chegou ao Cenáculo do Espírito Santo no bairro do Brás, zona leste de São Paulo. Ela conta que, na ocasião, sofria com os prejuízos adquiridos por uma sociedade desfeita, o que a deixou sem nada.

"Investi tudo o que tinha naquela empresa e, quando perdi, chorava o tempo todo. Não me conformava ter me dedicado tanto e chegado àquele ponto", explicou.

Porém, ao participar dos encontros de fé no Cenáculo, Marta diz que ouviu falar a respeito da 'Fogueira Santa'. As palavras a motivaram a mudar de vida, deram-lhe novas esperanças e ela – garante - aceitou o desafio.

"Lancei-me com tudo. Apliquei a minha fé da maneira que ensinaram, fiz a minha parte e, hoje, sou uma mulher transformada. Essa mudança não aconteceu apenas em algumas áreas da minha vida, mas em todas! Estava vazia, sofria e agora sou feliz", ressalta, Marta, ao bispo Edir Macedo, durante a reunião no último domingo (25), no altar do Cenáculo do Brás, que fica ao lado das obras do Futuro Templo de Salomão. (Marta, foto ao lado).

Durante o encontro, o bispo comentou a história da publicitária como exemplo de fé. "Ela tinha uma revolta e clamor da fé dentro dela que vieram à tona; e assim aconteceu o milagre", explicava à multidão destacando aos presentes como utilizar a fé para alcançar a solução dos problemas.

"O que muda a vida de uma pessoa é o relacionamento individual com Deus. É preciso ter certeza absoluta e mostrar isso através do sacrifício. O amor é expresso através da entrega, já a fé é demonstrada por meio do sacrifício", enfatizou.

Ao final da reunião, o bispo orou pelos presentes intercedendo para que conhecessem a Deus e, acima de todas as coisas, estabelecessem um relacionamento sincero com Ele através de uma entrega total de vida.

fonte: arcauniversal

Fogo Purificador - Palavra Amiga - 22/11/2012

Cansei! Quero mudar - Palavra Amiga - 20/11/2012

Consciência Limpa - Palavra Amiga - 19/11/2012

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Caravana do Resgate passa pela Europa


Cenáculos de países como Portugal, França e Inglaterra ficaram lotados


Da Redação / Fotos cedidas
redacao@arcauniversal.com


A ação que nasceu no Brasil chamada “Caravana do Resgate” agora conquista espaço em outros países. E, neste mês de novembro, foi a vez do continente europeu resgatar membros da Igreja Universal que se distanciaram de Deus. 

Foi com esse objetivo que o bispo Sérgio Correa, responsável pelos obreiros em todo Brasil, desembarcou na cidade de Lisboa, para ministrar o culto no Cenáculo principal, que ficou pequeno ao receber 2.500 pessoas. Já na cidade do Porto, foram 3 mil pessoas que assistiram atentamente à reunião, na qual o bispo leu a passagem bíblica de Lucas 19:41: “Quando ia chegando, vendo a cidade, chorou.” E disse: “Será que Deus não tem olhado para você e tem chorado por tudo o que tem visto – o pecado? Você sabe se esta é a sua última reunião? E o que será de sua alma? Para onde irá?"

 Em Portugal, 250 pessoas se renderam ao apelo do bispo e aceitaram passar pelas águas para sepultar a vida velha e nascer de novo, conforme diz a Palavra de Deus.

Na França o resgate não foi diferente. Milhares de pessoas estiveram presentes na reunião de edificação espiritual, quando puderam ouvir atentamente uma palavra de fortalecimento e buscar a renovação da aliança com Deus. 

E para provar que para salvar vidas não existem barreiras, em Londres, na Inglaterra, o resgate continuou e 2.500 pessoas superlotaram o Cenáculo do Espírito Santo. 

O arrependimento, o abandono do pecado, batismo nas águas e renovação fizeram parte dessas reuniões por toda a Europa, resgatando milhares de vida e marcando para sempre cada um que retornou ao caminho de Deus.  

fonte: arcauniversal

Mais de 100 milhões de Bíblias na China


Exemplares da Palavra Sagrada são impressos sob severo controle do governo, mas número de cristãos aumenta consideravelmente


Da Redação / Foto: Thinkstock
redacao@arcauniversal.com


Com mais de 1,3 bilhão de habitantes, a China tem cerca de 16 milhões de cristãos, segundo a Xinhuan, a agência de notícias oficial do governo. Em 2012, o país superou a marca de 100 milhões de Bíblias impressas.

Qiu Zhonghui, dirigente da Companhia Gráfica Amity, revelou que o exemplar da Palavra Sagrada de número 100 milhões foi impresso em julho deste ano. Segundo Zhonghui, 60 milhões de Bíblias foram impressas em chinês (incluindo as edições em dialetos diferentes para nove minorias étnicas), e os 40 milhões restantes em mais de 90 línguas, para 70 países.

A Amity é a única empresa autorizada pelo governo chinês a imprimir a Bíblia em seu território. A gráfica faz o trabalho no país desde 1988 em parceria com a United Bible Societies (UBS – Sociedades Bíblicas Unidas, em tradução livre).

Michael Perreau, secretário-geral da UBS, declarou no site da instituição que existem mais de 2 mil idiomas no planeta ainda sem uma tradução da Palavra. “Muitos cristãos pobres da zona rural da China ainda esperam por sua primeira Bíblia”, diz Perreau, que tem a esperança de alcançá-los, com a permissão das autoridades.

Acima do número oficial

Há quem acredite que o número de cristãos em solo chinês é bem maior do que o revelado pelo severamente controlador governo. Autores de um artigo sobre o assunto, publicado em 2011 na First Things, uma conceituada revista norte-americana sobre assuntos religiosos, calculam que são mais de 70 milhões os chineses que acreditam em Jesus como seu Senhor e Salvador, um índice bem acima do apontado pelos dados oficiais.

A Sociedade Bíblica do Reino Unido reportou, em 2010, que o ritmo de impressões da Bíblia no território chinês está bem aquém do crescimento dos cristãos locais. Muitas comunidades rurais vivem sua fé sem a Palavra Sagrada em mãos. Nem todas as livrarias na China são autorizadas pelo governo a vender Bíblias – são cerca de 70, apenas, os pontos de venda com a permissão.

Ainda que sejam mesmo 70 milhões os cristãos chineses, eles representam somente algo em torno de 5% da população – em sua maioria sem uma crença definida, apesar de preponderarem os budistas, taoístas e confucionistas. Calcula-se, embora seja difícil mensurar por falta de dados oficiais, que no país asiático também existam cerca de 20 a 30 milhões de muçulmanos.

A missão Portas Abertas, em sua divisão dos Estados Unidos, tem a China em 21º lugar em sua lista de países que mais perseguem e intimidam cristãos. Há um pequeno número de igrejas cristãs permitidas pelo governo, que repreende severamente as não autorizadas.

fonte: arcauniversal

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Bispo Ossesio ministra reunião de inauguração na IURD de Porta Larga


Neste último domingo (25/11), o bispo Ossesio Silva, ministrou a reunião de inauguração na IURD de Porta Larga, localizada no município de Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife. O encontro reuniu várias pessoas que buscavam uma transformação em suas vidas.
Convidado pelo pastor José Candeias, responsável pela IURD no local. Durante o encontro o bispo levou a palavra sobre o plano da Salvação, realizou orações e clamou em favor de todos os presentes para que fossem abençoados. Também estiveram presentes os pastores Vilalba, Alfredo Santana, Waldir Andrade e Nestor Antunes, todos acompanhados de suas esposas.

fonte: blog do bispo Ossesio http://bpossesiosilva.blogspot.com.br/

Nada a Perder bate recorde atrás de recorde


Neste último sábado (24), cerca de 35 mil de pessoas compareceram à Livraria Saraiva do Shopping SP Market, na zona sul da capital paulista


Com informações R7 - Fotos: Daia Oliver
redacao@arcauniversal.com


Em mais um lançamento em São Paulo, o livro Nada a Perder bateu um novo recorde de vendas no Brasil na manhã deste sábado (24), com 40.325 unidades comercializadas. Cerca de 35 mil de pessoas compareceram à Livraria Saraiva do Shopping SP Market, na zona sul da capital paulista.

A sessão de autógrafos da biografia do bispo Edir Macedo começou às 10h e durou cerca de quatro horas. O livro ocupa por 11 semanas o topo da lista dos mais vendidos de não-ficção.

Nesta manhã, os livros foram autografados pelo vice-presidente de jornalismo da Rede Record e coautor da obra, Douglas Tavolaro; pelos bispos Jadson Santos, Guaracy Santos e André Esteves; e pelos pastores Valdir Souza e Allan Sena.

Esse foi o 30º lançamento no País. O antigo recorde de vendas pertencia ao evento da livraria Nobel do Shopping Metrô Tatuapé, na zona leste da cidade, a mais recente até então em São Paulo. Naquela ocasião, cerca de 27 mil pessoas lotaram o local e 25.150 exemplares do livro foram vendidos.

Tanto o lançamento no SP Market de hoje, como a do Tatuapé ultrapassam a venda registrada em São Paulo no dia 1º de setembro, no primeiro lançamento na capital paulista, quando 3.200 livros foram vendidos e cerca de 8.000 pessoas passaram pela Livraria Cultura da avenida Paulista.

Em dois meses no Brasil, o lançamento em 28 cidades vendeu 350 mil exemplares. Já no exterior, foram vendidas mais de 94 mil cópias nos três primeiros lançamentos — em Buenos Aires (Argentina), Bogotá (Colômbia) e Caracas (Venezuela).

Atrás de São Paulo, João Pessoa foi a cidade brasileira com mais livros vendidos. Salvador foi o segundo maior destaque no Nordeste: foram vendidos quase 18 mil exemplares de "Nada a Perder". Em Belém, foram vendidos 13,4 mil livros. Em Manaus, foram 13.084. Em Curitiba, foram 12,1 mil exemplares. Só no Paraná, as vendas totalizaram 20,6 mil unidades na capital, em Maringá e Londrina, em setembro. 

Após os lançamentos internacionais na América Latina, "Nada a Perder" chega à Europa nas próximas semanas, com sessões autógrafos em Madrid (Espanha), no dia 8 de dezembro, e Lisboa (Portugal), no dia 15. Uma versão em francês também está sendo preparada e deve ser lançada em Paris (França), no começo do ano que vem.  

fonte: arcauniversal

"Rompendo o Silêncio" mobiliza mulheres contra a violência doméstica

Caminhada realizada por membros da IURD fez protesto e alertou quem sofre agressão ou já passou por qualquer tipo de abuso

Por Débora Ferreira / Fotos: Demétrio Koch e André Moura
debora.ferreira@arcauniversal.com

Aconteceu no início da tarde deste sábado (24), às 13h, em São Paulo e outras regiões do País e no exterior, a II Caminhada “Rompendo o Silêncio”, idealizada pela escritora Cristiane Cardoso. Coordenada pelo Projeto Raabe, que tem como responsável a escritora Carlinda Tinôco Cis, a ação que mobilizou milhares teve como objetivo alertar, auxiliar e resgatar mulheres vítimas de qualquer tipo de violência doméstica por meio de ensinamentos e orientação sobre o tema.

Além das voluntárias do Raabe, o evento também contou com o apoio de outros grupos, entre eles oGodllywood, Instituto Ressoar, Associação das Mulheres Cristãs (AMC) e Força Jovem Brasil (FJB).

A largada, que aconteceu no Largo Treze de Maio, na zona sul da capital paulistana, contou com a presença de milhares de pessoas, entre elas vítimas de maus tratos, mulheres que já passaram por essa situação e até aqueles que entraram nessa ação apenas com a intenção de apoiar a causa e encorajar as vítimas a buscar um fim para tamanho sofrimento.

Logo no início da caminhada, todas as voluntárias seguraram rosas e foram distribuindo pelas ruas convidando os pedestres e motoristas a se unirem à causa. 

Com cerca dois quilômetros de percurso, o dobro da primeira edição realizada em dezembro do ano passado, a mobilização seguiu até o Cenáculo do Espírito Santo, na Avenida João Dias, onde todos puderam acompanhar palestras, peças de teatro com temas relacionados e atendimento profissional, como advogados, assistentes social e psicólogas.

O ciclo de apoio no Cenáculo começou às 15h com a mestre de cerimônia e apresentadora da Rede Record, Tina Roma, que exibiu um vídeo sobre o projeto Raabe. Em seguida, a palavra foi concedida à delegada Rosmary Corrêa (foto). Ela ressaltou que a violência é uma bola de neve e nunca diminui, começa com uma palavra agressiva, empurrão, tapa e até chegar a uma facada e à morte. “Quero deixar um pedido: mulher, cada vez que vocês encontrem alguém que sofra algum tipo de agressão doméstica denuncie, só assim podemos ajudar quem precisa”, explica.

Além da presença de Rosmary, foram abordados assuntos relacionados diretamente à vida a dois. “O amor nunca fere. Em um relacionamento amoroso não há violência”, alerta o apresentador do programa The Love School – A Escola do Amor, Renato Cardoso.

Segundo sua esposa, a escritora Cristiane Cardoso, quando há amor próprio a violência não progride, pois, muitas vezes, o fato se inicia porque a mulher não se valoriza. “Jesus dá muito valor à mulher, mas a há quem não acredite”, completa. Ela ainda diz que as mulheres têm qualidade que os homens não possuem, como o dom de ser mãe, delicada e dócil.

“Até mesmo você que teve algum trauma, tenha a certeza da sua força, pois você está em pé. Então, olhe para frente, não seja vítima do passado. Quando a mulher expõe o que aconteceu é mais fácil”, finalizou. 

De vítimas a incentivadoras

“Há 14 anos eu sofri violência sexual e física do meu ex-marido. Ele me espancou, mas eu, naquela época, tomei forças para denunciá-lo e colocar um ponto final no nosso relacionamento”, conta a recepcionista Elaine Segura, de 38 anos de idade, durante o início da passeata. Segundo ela, sua vida se transformou de verdade quando ela procurou a igreja para se livrar de toda mágoa. “Depois que conheci a Deus, o perdoei. Não voltamos, mas tudo mudou para mim”, diz.

Além dessa, muitas histórias fazem parte da vida de inúmeras mulheres. “Na minha adolescência, 24 anos atrás, voltando de um baile, dois rapazes me abordaram, mas não entendi o que iria me acontecer. Foi terrível, eles tamparam a minha boca, vendaram meus olhos e me levaram para o meio do mato”, chora a chefe Ediana Veiga da Silva, de 41 anos (foto ao lado).

De acordo com Ediana, ela se lembra da situação como se fosse hoje. “Mas minha vida mudou. Hoje sou casada, tenho filhos. Hoje se choro é de emoção. Por isso, digo a todas as mulheres, confie em Deus”, aconselha.

fonte: arcauniversal

Obreiros de Alagoas renovam aliança com Deus


Bispo Sérgio Correa explicou que a proteção espiritual tem a finalidade de guardar o servo de Deus de todas as setas inflamadas do maligno


Da Redação / Foto: Cedida
redacao@arcauniversal.com


Recentemente, o bispo Sérgio Correa, responsável pelo trabalho com os obreiros da Igreja Universal do Reino de Deus do Brasil, realizou uma reunião especial com milhares de obreiros da capital e do interior do estado de Alagoas, no Cenáculo Maior do Espírito Santo, localizado na Av. Comendador Gustavo Paiva, nº 3.076, bairro de Mangabeiras.

Durante o encontro, o bispo alertou a todos para não se deixarem levar pela incredulidade, mesmo estando na presença de Deus. “A vida sempre nos apresenta situações contrárias a nossa fé, tentando nos fazer desistir através dos problemas. E temos a fé como veículo para nossa salvação, e é necessária uma blindagem especial, de semelhante modo como é realizado para os carros.”

O bispo ressaltou que a blindagem normal serve para proteger o indivíduo de qualquer projétil que seja lançado contra ele, já a proteção espiritual tem a finalidade de guardar o servo de Deus de todas as setas inflamadas do maligno “lançadas muitas vezes como dúvidas”. O bispo continuou dizendo que o principal material para proteger-se é “a vigilância, que filtra os seus sentimentos e sentidos.”

eternidade da alma também foi tema do encontro. De acordo com o bispo, quando uma pessoa é atingida pela dúvida a primeira coisa que se perde é a salvação.

“Não existe absolutamente nada mais forte ou mais importante do que essa certeza que você tem da sua salvação.”

Após a mensagem, todos foram convidados a participar da Santa Ceia do Senhor, momento este que foi marcado por reconciliação, renovação de votos e pela busca ao Espírito Santo.

fonte: arcauniversal

Tudo pelo templo


Luiz, que detestava a IURD e não é membro, colabora na construção do Templo de Salomão


Néia Meneses - Folha Universal
redacao@folhauniversal.com.br

Membro da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) há 20 anos e obreira há 18, a fonoaudióloga Andréa Luzia Machado de Andrade, 42 anos, é uma das pessoas que têm se dedicado a ajudar na construção do Templo de Salomão, em São Paulo. 

Andréa teve a iniciativa de vender guloseimas na porta da igreja que frequenta e usar o dinheiro arrecadado para contribuir na obra. O pai de Andréa, Luiz Peixoto, 66 anos, oficial da Aeronáutica, que até então detestava tudo o que era relacionado à IURD, começou a ajudar a filha. 

“Eu não esperava essa atitude voluntária do meu pai, até porque ele não é membro da igreja. Há muitas pessoas que frequentam a IURD, mas não concordam com a construção; e ele, que não é da mesma fé, se voluntariou para ajudar. Fiquei muito feliz com essa atitude dele”, comemora Andréa. 

A barraquinha, idealizada pela fonoaudióloga, conta ainda com a colaboração de outras obreiras, que preparam bolos, tortas, salgados etc. Além de ajudar nas vendas, Luiz contribui com ideias para angariar mais fundos e também fidelizar os clientes. 

“Procuramos tratar todas as pessoas com simpatia e cordialidade. Damos a todas um adesivo do Templo para elas voltarem à barraquinha. Colocamos uma caixinha onde as pessoas podem colocar ofertas voluntárias, e tudo isso foi ideia do meu pai”, conta Andréa, ressaltando que, além da diversidade dos produtos, eles se preocupam com a higiene e a qualidade no atendimento.

“Eu detestava a igreja e hoje ajudo no que for possível. Temos de colaborar com tudo aquilo que é para o bem. O Templo de Salomão é algo monumental, não é para o bispo Edir Macedo, mas para o mundo todo desfrutar. É para o povo de Deus”, afirma Luiz. 

Para ele, além da importância espiritual que o templo representa, a construção chama a atenção pelas centenas de empregos gerados. “Ninguém atenta para isso. Toda essa construção gera receita, demanda mão de obra qualificada. O bispo Edir Macedo é de origem humilde, mas sempre ajuda aqueles que querem mudar de vida. Tudo o que o bispo projeta, ele faz. Esta obra do templo é excelente”, frisa Luiz.

fonte: arcauniversal

Igreja Universal faz parceria com Sistema Carcerário de Alagoas


Prisioneiros e familiares começam a receber apoio espiritual e assistência social


Da redação- com informações de Cristiane Calaça e Primeira Edição
redacao@arcauniversal.com
 
Nesse mês de novembro foi firmada parceria entre a Igreja Universal de Alagoas e o Sistema Prisional para levar aos prisioneiros e aos familiares apoio espiritual e assistência social.

Para o pastor responsável por esse projeto no estado, José Herlon Mendes, essa ação é de suma importância para os encarcerados. "Entraremos nos presídios e levaremos a Palavra de Deus, distribuiremos Bíblias e livros. Nosso objetivo é levarmos palavra de amor, de conforto, de fé, para que possam suportar o dia a dia e conseguir sair de lá capazes de retomar sua vida em sociedade, sem voltar para o crime."

Segundo o secretário da Defesa Social, Dário Cesar, essa também é uma das preocupações do Estado. "O Estado tem o maior interesse em contar com o apoio das igrejas no processo de ressocialização de presos, para que eles não voltem a reincidir na prática de crimes. O combate à violência e à criminalidade não será vencida apenas com a ação de polícia, mas também com políticas públicas, incluindo o trabalho de ressocialização de apenados", ressaltou.

Uma das ações que já está em andamento é um programa de rádio chamado "Momento do Presidiário', em 100,3 FM, que acontece todas as noites, das 20 às 21 horas, direto dos estúdios localizado no Cenáculo principal da Igreja Universal. "É um espaço para os encarcerados, mas também para os familiares. Lá lemos a Bíblia e as cartas dos familiares para os presos, e vive-versa. Já é um programa conhecido e esperado por todos."

O início dos trabalhos em todos os presídios do estado alagoano está prestes a começar. "Ainda não temos uma data específica, mas estamos no aguardo somente de uma resposta para iniciar os trabalhos dentro dos presídios", enfatiza o pastor José.

Ex-presidiário tem a vida transformada pela fé   

Desde criança, Generoso Morais Lisboa, de 34 anos, acompanhava a mãe nas reuniões da Igreja Universal. Mas apenas a acompanhava. Aos 17 anos, por curiosidade, provou a maconha. Logo depois, a cocaína e o crack. Por trezes anos, foi escravizado pelo vício. “Não conseguia parar”, conta ele que, para alimentar o vício, vendia os pertences e ajudava os “amigos” em assaltos. Aos 19 anos, numa briga de rua, perdeu um pedaço da orelha direita e em um dos assaltos, aos 20 anos, foi preso. 

“Passei três anos e três meses preso. Durante esse período, conheci o trabalho da Igreja Universal. Por meio dele, vi que havia uma saída. Mas não era o que eu queria naquele momento”, relata o ex-presidiário que, depois de cumprir a pena, voltou para o mundo do crime. Desta vez, o tráfico de drogas passou a ser a principal atividade. “Para a minha família, eu trabalhava e estudava. Uma farsa para que meus pais não sofressem mais”, relata ao lembrar que chegou a ganhar R$ 800 por dia com a venda de drogas. 

Novamente preso, passou a refletir sobre a própria vida. Nove meses depois conseguiu a liberdade condicional. Até então não tinha conquistado nada, apenas sofrimento. Já não tinha roupas, casa, comida, amigos, família. Não tinha paz.  No fundo do poço, decidiu buscar ajuda. “Estava determinado. Fui recebido por um pastor que me orientou a entregar a minha vida a Jesus. Todos me receberam muito bem, sem se importar quem eu era ou o que eu tinha feito. Fui tentado a voltar para o mundo das drogas. Mas consegui ser mais forte”, orgulha-se ele que hoje está casado e, junto com a esposa, fazem a obra de Deus.  

“Àqueles que estão vivendo o que eu vivi, saibam que existe uma saída. Tome uma decisão hoje mesmo e você não verá uma mudança, mas uma transformação total de vida”, destaca Generoso. 

fonte: arcauniversal

Tudo pronto para a 5ª edição


Curso Casamento Blindado acontecerá em janeiro; participantes estão presenteando outros casais


Cristiane Alves - Folha Universal
redacao@folhauniversal.com.br

Você quer blindar o seu casamento? Em janeiro de 2013, você terá uma ótima oportunidade de aprender como: participando da 5ª edição do curso Casamento Blindado, ministrado por Renato e Cristiane Cardoso. O casal tem uma vasta experiência adquirida ao longo de 21 anos de um casamento bem-sucedido. 

As aulas têm como objetivos destacar os compromissos conjugais, ajudar a harmonizar relações e orientar as pessoas solteiras, visando a um futuro compromisso. Essa nova edição do curso terá início no dia 8 de janeiro de 2013, às 20 horas. Serão sete aulas de aproximadamente 1h30, que acontecerão na Rua Missionários, 139 - 7º andar - Jardim Caravelas, Santo Amaro (SP). 

Por pessoa, o valor do investimento é de R$ 150, incluindo todo o material didático usado durante as palestras. Para aqueles que querem participar, mas não poderão estar presentes, é oferecido um curso online em sistema fechado, ao custo de R$ 250. Toda a verba será doada para a construção do Templo de Salomão, no bairro do Brás, em São Paulo.

Empresários presentearam 34 pessoas com o curso 

O casal de empresários Getúlio André da Silva, de 46 anos, e Vânia da Silva, de 47, comemora os resultados obtidos através do curso. Segundo eles, o casamento estava muito desgastado e, nas três edições das quais participaram, aprenderam dicas de como resgatar o que já estava quase perdido. “Brigávamos muito por causa do trabalho; buscamos orientação em vários lugares, mas sem sucesso. Era uma situação muito difícil”, conta Vânia.

De acordo com a empresária, o conhecimento adquirido por eles no Casamento Blindado é valioso. “Aprendemos a ter paciência um com o outro, o valor da submissão e como é importante ceder. A mudança é notória após frequentarmos o curso. Hoje sabemos como blindar nosso casamento. Já participamos de três edições e presenteamos 34 pessoas para participarem do curso”, revela Vânia.

Quem pode participar?

Os participantes devem ter a idade mínima de 18 anos. O curso está aberto aos casais que participarão juntos e também para o marido ou a esposa, individualmente. Noivos e solteiros que pretendem se preparar para um futuro casamento também podem participar. 

Vale ressaltar que, embora os ensinamentos sejam fundamentados nos princípios cristãos, o curso está aberto a todos, independentemente de fé ou religião. 

Garanta já o seu lugar, acessando o site www.casamentoblindado.com.

fonte: arcauniversal

sábado, 24 de novembro de 2012

Caravana da Multiplicação muda estatística brasileira


Eventos realizados pelo País atraem milhares de jovens que decidem se entregar ao Senhor Jesus


Da Redação / Fotos: Érik Teixeira
redacao@arcauniversal.com

Jovens libertos, transformados e com vidas restauradas. Esse é o saldo apresentado pelo trabalho do Força Jovem Brasil, por meio das Caravanas da Multiplicação, que vai contra todas as estatísticas que podemos acompanhar no noticiário secular diariamente.

Em uma tarde regada de muita animação, a Palavra da Salvação é ensinada aos jovens de uma maneira compreensível, que os leva a entender a importância de se ter um encontro com Deus para encarar os desafios que a vida nos impõe.

Durante esses eventos, o coordenador do Força Jovem Brasil, bispo Marcello Brayner,  sempre apresenta testemunhos de jovens que um dia chegaram destruídos, mas conheceram o trabalho e mudaram de vida. É o caso de Silas, da cidade de Franca no interior de São Paulo. Ele relatou aos presentes que, desde os 8 anos de idade, já estava envolvido com drogas. “Aos 15 anos, fui recolhido na Fundação Casa e hoje, depois de me entregar a Deus, estou liberto, transformado e ajudo a resgatar outros jovens”, testemunhou.

Outro exemplo claro de transformação vivida é o de Cristiane Camacho, de Santos em São Paulo, que afirma ter vivido de aparência. “Para todos, eu demonstrava ser uma pessoa feliz, mas somente eu sabia a tristeza e o vazio que existiam dentro de mim. Na frente dos amigos eu era alegre, a mais divertida, mas quando estava em casa, só o travesseiro via as minhas lágrimas”, relembrou. “Passei a ter paz, vontade de viver, ou seja, com Jesus eu encontrei a alegria verdadeira e hoje me dedico a ajudar pessoas que se encontram na mesma condição de vida em que eu vivia antes”, explicou.
Muitos, ao ouvirem os testemunhos acabam se identificando com aquela situação e decidem que também querem mudar de vida, então, se batizam, selando a entrega de suas vidas ao Senhor Jesus.
Mais que um simples encontro de jovens, a Caravana da Multiplicação é uma verdadeira escola que ensina a juventude como ser bem-sucedida em todos os sentidos da vida. O evento já passou pela Cidade Tiradentes, por Santos, Campinas, Franca e rompeu o estado de São Paulo ao ser realizado em Varginha e em Sete Lagoas, ambas em Minas Gerais. Já foi até a juventude gaúcha, no Rio Grande do Sul, e em breve chegará aos demais cantos do Brasil.

fonte: arcauniversal

Esperança em Botsuana


IURD trabalha pela salvação física e espiritual do povo africano


Da Redação / Fotos: Cedidas
redacao@arcauniversal.com


Botsuana é o segundo país do mundo mais afetado pelo vírus HIV, com 25% de sua população infectada, o que torna ainda mais importante o trabalho da IURD.

Recentemente, aconteceu no Cenáculo de Gaborone, a capital do país, a distribuição do Óleo De Israel. Mais de 2 mil pessoas estiveram presentes na reunião.

A Igreja Universal começou seus trabalhos em Botsuana em 1999, e hoje conta com 11 igrejas espalhadas por todo o país. Em 2008, recebeu seu primeiro Cenáculo, agora já pequeno por conta do crescente número de pessoas em suas reuniões.

trabalho evangelístico nas ruas, hospitais e presídios, assim como os programas diários de televisão, têm levado ao povo botsuanês umanova esperança de vida. Foi exatamente o que aconteceu com a jovem universitária Baboloki (foto ao lado), que dá seu testemunho:

“Aos 12 anos de idade, alguns conhecidos me apresentaram à maconha e me tornei viciada. Para sustentar o vício, comecei até a roubar. Cheguei ao ponto de traficar drogas dentro da minha escola e andar com facas. Até meus professores tinham medo de mim. Cheguei a ver um amigo ser esfaqueado na minha frente. Aquilo me levou a tomar a decisão de sair daquela vida e ir até a IURD. Hoje estou transformada, livre dos vícios e feliz”.

Baboloki é somente um entre vários exemplos de vidas transformadas após a verdadeira entrega a Deus, algo que conheceu por intermédio do árduo, porém frutífero, trabalho da IURD em seu país.

fonte: arcauniversal

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Lançamento de “Nada a Perder” vende 21,8 mil exemplares na Venezuela


Mais de 20 mil lotaram maior shopping de Caracas nesta quinta-feira (22)


Da Redação do R7
redacao@arcauniversal.com


A maior livraria da Venezuela ficou pequena para receber a quantidade de gente que esperava na fila por uma cópia da biografia do bispo Edir Macedo. Ao todo, foram vendidos 21.846 exemplares de "Nada a Perder" na noite desta quinta-feira (22). Mais de 20 mil pessoas foram à Tecniciencia, no Centro Comercial Sambil, o maior e mais importante shopping de Caracas.

Pessoas de todos os estados do país aguardavam o autógrafo do vice-presidente de jornalismo da Rede Record, Douglas Tavolaro, coautor do livro, do bispo Alfredo Paulo e do pastor Dani Seijas, representantes da Igreja Universal na Venezuela.

A diretora-geral da Editora Planeta na Venezuela, Mariana Marczuk, ficou impressionada com a marca batida no lançamento de "Nada a Perder" em Caracas. "Trabalho há anos no mercado editorial e nunca vi nada igual. Mesmo quando há shows neste shopping, nunca antes havia visto tanta gente reunida por causa de um evento. Foi surpreendente."

A Venezuela teve o segundo maior número de vendas de "Nada a Perder" no exterior. Só ficou atrás da Argentina, onde foram vendidos 56.300 mil livros.

As lições de vida de Edir Macedo e os momentos de superação de suas dificuldades motivaram Marta Rodríguez, de 48 anos, a buscar um exemplar do livro. "Vim de longe, de Cúa (a 60 km de Caracas), para comprar o livro e conhecer mais sobre a vida dessa pessoa, a quem considero um herói devido às dificuldades que ele passou na vida. Vou ler e tenho certeza de que vou aprender muito sobre como superar as adversidades."

A fila alcançava a porta principal do shopping. Teve gente que chegou cedo para garantir sua cópia. Desde às 8h, María Jacinta González, de 38 anos, esperava para comprar um exemplar. "O livro mais esperado da minha vida."

Mesmo com um bebê de dois meses no colo, Yelitza Colmenares, de 32 anos, fez questão de garantir seu exemplar. "Agora que sou mãe, quero passar bons exemplos à minha filha. Essa leitura vai me fazer descobrir coisas novas e positivas para a minha vida cotidiana."

Entre tantos leitores, Winston Barrios chamava atenção na fila. Ele revelou a quem estava por perto que enfrentou maus momentos na vida. Admitiu ter cometido erros no passado, mas ponderou que vem melhorando. "Vou ler essa biografia porque, assim como a minha, esta é uma história de superação. Ele (Edir Macedo) já foi preso, assim como eu, enfrentou grandes dificuldades e soube dar a volta por cima. Este livro é um investimento em mim mesmo."

O bispo Alfredo Paulo comemorou o recorde de público e vendas de "Nada a Perder". "Nossa meta era vender 15 mil exemplares e vendemos mais de 21 mil! Muitas pessoas estão interessadas na obra. Todo o livro passa uma ideia e é como beber da fonte dessas ideias. Este livro transmite a fé, a convicção e o espírito que ele (bispo Edir Macedo) tem. Com essa leitura, as pessoas serão fortalecidas com a experiência de vida dele."

O alto número de exemplares vendidos deve ser superado durante a semana, de acordo com o diretor de marketing da Livraria Tecniciencia, Alvaro Álvarez. "De hoje (quinta) até domingo, acredito que mais 10 mil livros sejam vendidos, mas, sem dúvida, nada se compara ao sucesso que tivemos hoje. Entrou para a história da venda de livros aqui na Venezuela."

fonte: arcauniversal

Novo Centro de Ajuda na Romênia


IURD persevera no país europeu, apesar das dificuldades


Da Redação / Fotos: Cedidas
redacao@arcauniversal.com

A Igreja Universal do Reino de Deus começou seus trabalhos na Romênia em 1997, em um imóvel no centro da capital, Bucareste. Muitos romenos chegavam procurando um refrigério para a alma, o que logo tornou o espaço insuficiente. Além disso, o filho do proprietário queria tomar o espaço para fazer uma casa noturna. Mas a igreja perseverou, e foi à procura de um novo local. Encontrou um antigo cinema, que após algumas reformas, passou a sediar reuniões diárias.

Em 2008, começou a construção de um templo, onde centenas de pessoas poderiam ter um encontro com o verdadeiro Deus. Hoje, o trabalho da IURD no país conta com cinco igrejas.

Mesmo com a Romênia sendo um País 99% ortodoxo e fechado para outras religiões, a Igreja Universal continua a crescer. A IURD avança realizando trabalhos sociais com o apoio do grupo Coração de Ouro, ajudando assim a todos os que necessitam de um apoio material, além do trabalho espiritual com o intuito de ganhar almas para o reino de Deus.

Em 21 de novembro, a IURD abriu mais uma porta para o trabalho evangelístico em Pitești, a 100 quilômetros de Bucareste. O novo templo tem um auditório com capacidade para 203 pessoas, duas salas para crianças e um berçário.

Na inauguração, 350 compareceram para ouvir uma palavra de Fé dita pelo pastor Luciano Almeida, responsável pelo trabalho evangelístico no país, baseado em 2 Crônicas 7:14-16). A mensagem ressaltou a importância de se ter um relacionamento com Deus, abandonado as práticas e costumes religiosos.

fonte: arcauniversal

Das ruas para o mundo


Escritor americano faz muito sucesso na África. Ex-viciado e traficante de drogas atrai milhares de jovens em palestras sobre a sua vida


Neia Meneses - Folha Universal
redacao@arcauniversal.com


A agenda dele é cheia. A equipe da Folha Universal esperou quase um mês para conseguir finalmente a entrevista com Damien Jackson, autor do Livro “Eu Deveria Estar Morto” (Unipro Editora), que vem fazendo sucesso entre jovens, pais e mídia. A obra traz o relato verdadeiro de um jovem que conheceu o submundo das drogas e conseguiu ficar livre desta mazela que alcança, destrói e mata adolescentes em todo o mundo.

O livro que foi lançado durante a 22ª Bienal Internacional do Livro, em São Paulo, foi editado nos idiomas inglês e português. Sucesso no Brasil, nos Estados Unidos, em Portugal, na Jamaica, na Irlanda, em Londres, na Holanda e na França, Damien percorreu diversos países no continente africano dando o seu depoimento. No total, mais de 35 mil jovens participaram das palestras e conheceram o livro que caiu no gosto do público jovem.

Devido ao sucesso do tema abordado, Damien está sendo solicitado no exterior para fazer palestras em escolas e participar de programas de TV. Recentemente, cumprindo a agenda de divulgação do livro na Namíbia, ele foi convidado pelo canal NBC, o mais famoso do país, para participar de uma entrevista no programa “Good Morning Namíbia” (“Bom dia Namíbia”, tradução livre).

“Eles se interessaram por minha história. No programa falei sobre o livro, sobre os eventos, como foi o meu envolvimento com as drogas e como fiquei livre delas”, relata Damien.


Ex-usuária e traficante comparece a evento
A Namíbia, primeiro país do continente africano a ser visitado, contou com a participação de mais de 3 mil jovens. “Lembro que havia uma senhora que usava e vendia drogas. Ela foi presa e havia acabado de sair da cadeia quando foi convidada. Ela gostou tanto do evento que voltou no dia seguinte e trouxe a família para participar e adquirir o livro”, conta Elise Jackson, esposa do escritor.


Na infância, riqueza e abandono

A história de Damien impacta pela forma como ele ingressou nas drogas. Filho de família rica, ele conta que até os 7 anos morava em uma casa com seis quartos, localizada em um bairro nobre. “Havia vários carros na garagem, empregadas, governanta. Minha mãe fazia parte da poderosa máfia italiana e coordenava a venda de drogas em diversos pontos de Atlanta, mas perdeu tudo e ficamos na miséria”, recorda.

Damien revela ainda que tragou o primeiro cigarro de maconha aos 8 anos. “Minha mãe bebia, meu pai usava drogas. Após um período, minha mãe arranjou outro companheiro, que não me aceitava. Fui morar nas ruas, me aprofundei nos vícios da maconha, do crack, do ecstasy e de analgésicos e ingressei no mundo do crime”, revela.

Reconhecimento de autoridades 


“Em Botswana, não havia mais espaço para caminhar de tão lotada que estava o evento. Os jovens estavam dispostos a escutar a minha história e descobrir o caminho que eu encontrei para mudar”, lembra o autor, que além desta palestra visitou ainda duas escolas locais para falar do perigo das drogas e de onde encontrar ajuda.

“No total falamos com quase 7 mil jovens. Os diretores das escolas gostaram tanto da nossa iniciativa que nos escreveram posteriormente agradecendo a visita”, diz Elise. 

“A mensagem de Damien aos estudantes foi motivadora e um grande número das pessoas que estavam presentes quer ler o seu livro”, escreveu M. S. Mhlabano, conselheiro da Mogoditshane Senior Secondary School. 

Para K. Tshebo, diretor da Gaborone Senior Secondary School, a palestra foi de encontro à necessidade dos alunos, já que muitos deles têm se envolvido em rebeliões escolares devido ao crime e uso de drogas. “As contribuições externas como a palestra dada pelo Damien servem para alertar os jovens sobre os perigos das drogas, além de motivá-los a querer uma juventude diferente”, afirmou.

Recepção calorosa 

Em Moçambique, a recepção do grupo de jovens da Igreja Universal no aeroporto chamou a atenção. “Havia dezenas de pessoas cantando e dançando com roupas tradicionais no aeroporto. Todos que passavam olhavam sem entender o que estava acontecendo”, afirma Elise.

A história impressionante de Damien levou mais de 7 mil
ao evento.

História real e impactante

Ao percorrer as cidades de Durban, Cape Town, Pretoria e Johannesburg, na África do Sul, Damien pôde conhecer de perto a história de jovens africanos que tiveram a juventude interrompida pelas drogas. Ao todo, 20 mil pessoas assistiram à palestra, onde, além de dar o seu depoimento, ele ainda autografou exemplares do livro: “Meu passado é triste, real. Eu não me conformava em ter me transformado numa pessoa fria e cruel. Fui preso várias vezes e odiava a minha vida. Quando entrei pela primeira vez na Igreja Universal de Atlanta encontrei o que realmente procurava. Hoje procuro dar meu depoimento para que outros jovens saibam que há uma saída, há uma solução”, conclui. 

Para adquirir o livro “Eu deveria estar morto” acesse: www.arcacenter.com.br ou ligue para (21) 2461-0060.

fonte: arcauniversal

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

A direção certa


Bispo Edir Macedo fala sobre o segredo da vida durante a Concentração de Fé e Milagres, no Rio de Janeiro


Por Neia Meneses / Fotos: Pauty Araújo
redacao@arcauniversal.com


Em visita missionária ao Rio de Janeiro, o bispo Edir Macedo, líder e fundador da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), esteve presente, neste domingo (18), na Concentração de Fé e Milagres, em Del Castilho, zona norte do Estado.  Após realizar o Simpósio do Espírito Santo, nesta sexta (16), onde abordou a importância da obediência à Palavra de Deus, ele falou aos cariocas sobre o segredo da vida.

Para exemplificar de que forma as pessoas recebem a salvação, o bispo fez uma analogia com a maneira como se formam os profissionais. “A pessoa ingressa em uma faculdade, estuda durante anos e recebe informações. Em seguida, ela coloca em prática aquelas informações e adquire experiência. O mesmo ocorre com relação ao Reino de Deus”, disse.

Segundo o bispo, a religião e a frequência na Igreja não asseguram que as pessoas receberão as bênçãos divinas, uma vez que a fé nada tem a ver com religião. E questionou: “Até quando as pessoas vão insistir e pensar que serem religiosas é ter uma comunhão com Deus? O que faz a diferença na sua vida é quando você aprende a Palavra de Deus e a coloca em prática. O que isso tem a ver com religião? Nada! Este é o segredo da vida”, enfatizou.

Usando como referência a passagem bíblica de Mateus 7.24-27, o bispo explicou como obter uma vida nova. “Não basta conhecer a Palavra de Deus, é preciso colocá-la em prática. Os mesmos problemas vêm sobre os bons e os maus; a diferença é que os que obedecem permanecem firmes”, afirmou, completando: “O que faz você merecer a atenção de Deus é a sua obediência.”

Acompanhada do marido José Geraldo Gouveia Filho, 36 anos, empresário, e da filha, Milena Leite Escafura Gouveia, 8, a promotora de eventos, Micheli Leite Escafura, 37, (foto) esteve presente na Concentração de Fé e Milagres. Para ela, a presença do líder da IURD é de fundamental importância, uma vez que a cada vinda dele ao Rio de Janeiro, uma direção é transmitida.

“Hoje tenho a direção de buscar a Deus e receber aquilo que a gente precisa para se manter no dia a dia. Nas reuniões com o bispo Macedo, ele sempre dá uma palavra e é suficiente para você despertar. Pela unção que ele possui, as mensagens me alertam para o que é importante e ele sempre traz uma direção. Quando saio da Concentração, sempre aprendo algo novo”, afirma Micheli.

fonte: arcauniversal

"Eu desejava matá-lo"


Jovem que sofreu abusos do amante da mãe durante anos consegue apoio do Projeto Raabe na Inglaterra


Da redação Folha Universal/ Foto: Cedida
redacao@arcauniversal.com

No Reino Unido, a cada semana, pelo menos duas mulheres são mortas pelos atuais ou ex-parceiros. Dados da British Crime Survey, um centro de pesquisa governamental, estimou em mais de 392 mil os casos de violência doméstica no país. Entretanto, muitas mulheres sofrem caladas, já que menos da metade das ocorrências é levada ao conhecimento da polícia. 

Esses dados, sem dúvida, são alarmantes, mas o que pode ser considerado ainda mais surpreendente é o fato de que uma grande porcentagem dessas mulheres acredita ser responsável, de alguma forma, por desencadear tamanha violência em seus parceiros.

Sofria abusos do amante da mãe

A auxiliar contábil Shan Agol, uma inglesa de 24 anos, sofreu agressões quando criança. "Cresci vendo minha mãe trazer muitos homens para nossa casa. Meu pai nos deixou por outra mulher. Dentre os muitos relacionamentos que minha mãe tinha, havia um homem que me agredia física, verbal e sexualmente", revela.
Shan tinha muito medo de contar o que acontecia e pensava em matar o agressor. "Para piorar, descobri que minha mãe estava grávida dele. Queria contar a ela todo o mal que ele me causava, mas receava que não acreditasse em mim. Sentia medo e muita raiva", relata.

Projeto Raabe auxilia vítima


Foi através do trabalho realizado pelas voluntárias do Projeto que Shan conseguiu se livrar das agressões. "Eu tinha consciência de que somente com a ajuda divina iria conseguir resolver os meus problemas. Decidi aceitar o convite que recusara várias vezes: participar de uma reunião. Embora tenha levado um tempo para me livrar dos anos de mágoa e ressentimento, hoje consigo me dar bem com todos os membros da minha família, inclusive com a minha mãe", afirma.

No Brasil e no mundo, um basta

Assim como no Brasil, o projeto Raabe cresce no Reino Unido e conquista a adesão de centenas de mulheres contra a violência doméstica. "Nos preocupamos com a situação de muitas mulheres nas nossas comunidades; é por essa razão que eu e as demais voluntárias vamos realizar também no Reino Unido a segunda edição da passeata ‘Rompendo o Silêncio", declara Nanda Bezerra, responsável pelo projeto no País. 

No Brasil, a nova passeata acontecerá no dia 24 de novembro, em todos os Estados. Em São Paulo, começará no Largo 13 (Praça Floriano Peixoto), ao meio-dia, terminando às 15h, na Av. João Dias, 1.800, onde haverá um evento especial.

fonte: arcauniversal

A importância de ser obreiro


Nunca deixe de crer no poder de Deus para realizar milagres


Bispo Arnaldo Lanzeloti (Recife-PE) / Foto: Thinkstock
redacao@arcauniversal.com


Quando alguém chega à Igreja pela primeira vez, procurando por ajuda, na maioria das ocasiões, a primeira pessoa que vem ao seu encontro é um(a) obreiro(a).

Daí a importância deste(a) obreiro(a) se apresentar sempre asseado, ser educado para conversar com a pessoa sofrida que acaba de chegar, segundo as instruções bíblicas, nunca dar a sua própria opinião e nem mesmo querer resolver o problema pelos seus próprios pensamentos ou ideias.

O obreiro(a) deve sempre viver aquilo que prega, ou seja, nunca deixar de crer nas Escrituras e no poder que Deus tem para realizar milagres. Lembre-se que a primeira impressão é a que irá permanecer na ótica daquela pessoa.

Se algum obreiro(a) atender esta pessoa de qualquer forma, com pressa, sem nenhum interesse de ajudar, aquela pessoa, talvez, jamais voltará para a Igreja e ainda irá vacinar seus amigos, vizinhos, conhecidos e parentes para nunca irem àquele lugar.

Veja o que diz em 2 Timóteo 2. 15:

“Procura apresentar-te diante de Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.”

Por este motivo, quando o Senhor Jesus disse para os discípulos não deixarem Jerusalém até que o Espírito Santo descesse sobre eles, foi exatamente para isto. Quando alguém tem verdadeiramente o Espírito Santo dentro de si, esta pessoa irá pensar como Deus pensa. E o pensamento Dele é salvar as almas.

A pessoa não pode querer ser um(a) obreiro(a) para encher os corredores do templo de oração, mas sim para ajudar ao próximo. Somente os que são salvos trazem dentro de si um desejo ardente de salvar os que estão perdidos.

Quando uma pessoa é batizada no Espírito Santo ela recebe a benção mais importante que existe no universo, que é ter o Espírito de Deus dentro dela, assim ela passa a ter o desejo e a responsabilidade de ajudar o próximo.

Por isso ninguém pode ser levantado a obreiro(a) sem antes ter recebido o batismo com o Espírito Santo, tal como disse o nosso Senhor Jesus.

Vendo assim, devemos permanecer em Jerusalém, ou seja, temos que aprender, primeiramente, ser preparado para este trabalho, só depois poderemos ir para o campo de batalha, caso contrário, perderemos no primeiro combate.

Quando somos levantados a obreiros(as), passamos a lidar com almas, “vidas humanas”, e declaramos uma guerra contra o diabo que, por sua vez, não deixará barato. Ele vai lutar com todas as suas armas para não permitir que alguém venha ser tirado de suas garras. Este é o motivo pelo qual devemos sempre estar bem com Deus, em oração, leitura da Bíblia, jejum, santificação, e o mais importante: FIDELIDADE em todos os sentidos para com Deus.

Ser obreiro(a) não é apenas colocar um uniforme, mas sim, descer nas profundezas do inferno para resgatar as almas deste sofrimento que pode se tornar eterno, pois para muitos não tem mais o que fazer, pois morreram sem Jesus e já estão lá.

fonte: arcauniversal
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS POPULARES

LISTA DE BLOGS

ARQUIVO DO BLOG