segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

O segredo da vitória

Não dê ouvidos às palavras desanimadoras e lute para conquistar os seus objetivos


Todos na pequena aldeia estavam eufó­ricos, e não falavam em outra coisa a não ser no grande evento que estava para acontecer e que causou grande repercussão também nas vilas e cidades vizinhas. “É o evento do ano”, diziam alguns otimistas.

Os especuladores abriram a bolsa de valores da vila para mais um dia de grandes apostas. “Caso haja um ganhador, ele levará todo o dinheiro, se não o dinheiro será dividido com os moradores da cidade”, propôs o prefeito.

Há anos que não havia ven­cedor nessa maratona: um percurso de 40 quilômetros com um sol de quase 40 graus desafiava qualquer homem por mais bem preparado que esti­vesse, um teste de resistência humana.

As apostas aumentavam e uma multidão em ônibus, carros, cavalos e charretes chegava de todos os cantos, inclusive da capital. A razão de os participantes terem aumentado dez vezes mais em relação ao ano anterior se deu porque a empresa que estava premiando também dobrou o prêmio, passando de R$ 50 mil para R$ 100 mil.

Nicanor era só otimismo. Gabão como ele só, vivia dando autógrafos até para cachorro que passava na rua. Ele con­vocou a imprensa para dar entrevistas e declarar que o prêmio estava no papo. E quando saía às ruas não podia ver um turista tirando fotos que entrava no meio: “Vai tirar foto do grande campeão!”

O grande problema enfrentado por todos os participantes era o povo local, pago pelos patrocinadores para deses­ti­mu­lar os participantes com palavras de morte:

“Nicanor, desiste meu filho”, dizia dona Maricota.

“Que nada, dona. Esse prêmio está na mão!”, rebateu.

“Lembra do Dicão? Morreu nessa maratona. O sol castigou seus miolos”, insistiu a mulher.

“Vira essa boca pra lá, mulher! Eu vou resistir até o fim e vou vencer!”, determinou.

Querendo dividir o prêmio, todos os moradores investiam pesado contra os participantes.

Chegou o grande dia e os atletas esperavam o prefeito atirar para o alto dando início à maratona: Bang! Todos saíram em disparada sendo liderados por Nicanor. E a multidão acompanhava cada quilômetro percorrido pelos atletas, torcendo pela desistência deles.

“Desista, não vão conseguir!”, gritou a multidão. De repente, um homem toma a dianteira, nos últimos dez quilômetros, dentro da cidade, aumentando o coro: “Vai perder, Vai perder!” 

Porém, ele conseguiu o inédito, cruzando a linha de chegada e entrando para a história da cidade como o primeiro homem a vencer o duplo desafio: o sol e as palavras de morte do povo.

Na entrevista, todos queriam saber qual foi o segredo da sua vitória. A resposta era simples, além dele estar bem preparado, era surdo!  

Com essa história, é possível aprender que se alguém deseja vencer os obstáculos impostos pela vida, não deverá dar ouvido às palavras de derrotas de pessoas pessimistas, que somente servem para desestimular e tentar fazer com que os objetivos propostos não se cumpram. 

Força Jovem em ação

Em Natal e Florianópolis, jovens realizaram eventos com o objetivo de salvar vidas

 Na estação mais quente do ano, o verão, muitas pessoas deixam a vida corrida do dia a dia para viajar e divertir-se com os familiares e amigos. Praia, sol e mar são os locais mais visitados na estação calorosa.

Pensando nisso, o grupo Força Jovem do estado do Rio Grande do Norte, promoveu no último domingo (20), em Natal, na Praia do Forte- um dos principais pontos turísticos da região-, o 1º Acústico Força Jovem Verão, que reuniu centenas de pessoas de todas as idades (foto ao lado).

Logo no início, o coordenador do grupo no estado, pastor Antônio Caldas, abençoou o local orando por todos. Ao longo do evento, os jovens participaram de gincanas e, ao som de canções de fé, levaram mensagens de esperança aos participantes.

Uma das integrantes do grupo, a estudante, Naktaliane Thaíse, de 18 anos, acredita que o objetivo do encontro foi alcançado. “Um evento com este é muito importante, pois podemos nos divertir na presença de Deus e anunciar a Salvação aos que sofrem”, relata.

Santa Catarina

Já em Florianópolis (SC), recentemente, os jovens reuniram-se na Catedral (foto ao lado), para buscar o fortalecimento espiritual.

Durante o encontro, que foi ministrado pelo pastor Anderson Samir, responsável do trabalho evangelístico com os jovens no estado, orações foram feitas proporcionando um novo começo de vida aos milhares presentes. 

Além dos clamores, os participantes acompanharam o depoimento de Fábio Ferreira, que relatou a todos a experiência dramática vivida longe de Deus (foto abaixo). "Em uma madrugada de domingo, eu capotei o meu carro e fui lançado para o lado de fora. No local, estava muito escuro e meus colegas perguntavam uns pelos outros. Quando eles me encontraram, eu não sentia as minhas pernas, nem meus braços e estava sem ar”, lembra. 

Encaminhado ao hospital mais próximo, foi realizado uma tomografia computadorizada de emergência, diagnosticando que ele estava tetraplégico. “Na época, eu tinha 30 anos, era surfista, fazia halterofilismo - esporte cujo objetivo é levantar a maior quantidade de peso possível -, tinha meu próprio negócio, carro, enfim, estava no auge, porém havia me esquecido do Deus que tinha me tirado das drogas, do álcool e da prostituição", relatou.

Após o testemunho de Fábio, mais de 100 jovens decidiram entregar-se a Jesus, batizando-se nas águas e firmando um compromisso de segui-Lo, independente do que aconteça.

Prosperidade

Se você deseja prosperar, participe da Vigília das Grandezas de Deus, nesta segunda-feira

Acompanhe os depoimentos de quatro pessoas que um dia sofreram com problemas financeiros, mas, participando da Vigília das Grandezas de Deus, que acontece todas as segundas-feiras, às 22 horas, no Templo Maior de Santo Amaro, na Avenida João Dias, 1800 e em todas as catedrais principais do Brasil, tiveram a direção necessária para resolver os problemas:

Espuma da fé

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Sisterhood na Terra Santa

Participantes de vários países visitam Israel


Ao todo 114 mulheres do grupo “The Sisterhood” participaram, recentemente, da caravana a Israel, com o objetivo de confraternizar e compartilhar experiências, pois integrantes da França, Inglaterra, Irlanda, Brasil, Estados Unidos, Canadá, África do Sul, Namíbia, Filipinas, Botswana, Argentina, Venezuela e Colômbia puderam se conhecer e unir a fé.  

Pledges, sisters, e big sisters não escondiam a felicidade por estarem em Israel, pois a escolha do local a ser visitado agradou a todas. “Existe melhor lugar no mundo para se conhecer do que aquele em que a nossa fé se iniciou?”, questiona a escritora Cristiane Cardoso, fundadora do grupo.


O grupo despertou a atenção de muitos na cidade, pois todas usavam uma echarpe com uma flor representando a equipe da qual fazem parte. “Acho que Israel jamais foi visitada por um grupo tão gracioso”, comenta Cristiane. 

A fundadora também explica que as pledges que lá estiveram foram escolhidas por suas líderes, de acordo com o bom desempenho demonstrado no cumprimento das tarefas do grupo: “As jovens que aqui estão foram aquelas que cresceram espiritualmente e tiveram comportamentos verdadeiros de uma mulher de Deus.” 

Bispo Edir Macedo e Ester Bezerra, esposa dele, fizeram parte do grupo. O bispo fez duas reuniões, em uma delas houve a Santa Ceia no jardim do túmulo e a outra ocorreu no hotel. Ester Bezerra deu uma mensagem ao grupo no Jardim do Getsêmani. 

Momentos especiais 

Cristiane também afirma que a viagem foi marcada por momentos inesquecíveis como, por exemplo, o batismo nas águas do Rio Jordão, a Santa Ceia e o passeio de barco no mar da Galileia. “Ali, falamos sobre quando o Senhor Jesus multiplicou os peixes, parou a tempestade e andou pelo mar, mostrando assim como a confiança faz parte da nossa fé. Muitas jovens sacrificam, usam a fé, mas não confiam e, por isso, não veem as promessas de Deus na vida delas. Ao terminar a mensagem, a minha felicidade era tanta que começamos a dançar e cantar. Era óbvia a presença de Deus naquele lugar”, garante.

A líder do grupo fez questão de avisar que o Sisterhood vai realizar outras viagens, mas o destino será o mesmo, pois o local permite que haja uma compreensão maior do que é mostrado nas Escrituras Sagradas. “O grupo que viajou conosco nunca mais será igual. Programamos fazer isso uma vez por ano com elas. É claro que, quando o Templo de Salomão estiver pronto, em São Paulo, será um lugar que levaremos nossas pledges que moram fora do Brasil”, conclui Cristiane.

Observando o que importa

O que Davi fez para tornar-se um escolhido de Deus?


Quando o profeta Samuel chegou à casa de Jessé para ungir o novo rei de Israel – depois que Saul fora destituído do trono –, ele observou os primeiros filhos do dono da casa e logo imaginou que um deles deveria ser o rei. Os filhos de Jessé eram altos, fortes, intimidadores; possuíam qualidades ideais para o cargo. Mas, Deus disse ao profeta: “Não atentes para a sua aparência, nem para a sua altura, porque rejeitei; porque o Senhor não vê como vê o homem. O homem vê o exterior, porém o Senhor, o coração”. (1 Samuel 16:7)

Depois de Samuel ter rejeitado todos os filhos de Jessé que ali estavam, perguntou se não havia outro que pudesse conhecer. “Ainda falta o mais moço, que está apascentando as ovelhas”, respondeu o pai. Quando Davi apareceu, Deus prontamente afirmou que era ele. Este pequeno relato nos faz repensar sobre o que realmente importa observar nas outras pessoas.

Samuel, quando recebeu a missão divina, erroneamente pensou que o novo rei deveria ter uma aparência física agradável aos olhos humanos, mas, naquele momento, Deus estava analisando e reprovando o coração de cada irmão de Davi. Desta situação, podemos extrair três lições:

1 – Não olhe apenas a embalagem: Geralmente, o que atrai as pessoas são as formas, o externo, o que enfeita o lado de fora. À primeira impressão, o que os olhos físicos conseguem alcançar é o que conta. Sendo assim, em que devemos ficar atentos? Sempre que houver uma preocupação muito grande como o lado exterior, deve-se lembrar que Deus é atraído pelo o que está dentro da embalagem.

2 – Valorize o conteúdo: Quando Deus escolheu Davi, olhou a essência que estava nele. A Bíblia diz que ele era um homem forte, valente, lutador, falava com prudência e tinha sempre Deus consigo (Leia 1Samuel 16:18). Isso significa que são as qualidades espirituais que despertam à atenção de Deus.

3 – Considere o que realmente importa: Quando a embalagem está muito bonita, enfeitada e chamativa a tendência, normalmente, é desviar o foco do que de fato é importante. No entanto, Deus sabia exatamente o que queria e onde encontraria as qualidades que estava procurando. Davi era a pessoa ideal porque preocupava-se em cuidar muito bem do seu interior. “Achei Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração, que fará toda a minha vontade” (Atos 13:22). Fazer a vontade de Deus e procurar embelezar o lado interno são características fundamentais para todos que desejam ser escolhidos por Ele.

Domingo: Encontro com Deus

Participe da reunião do Encontro com Deus, neste domingo, em uma Igreja Universal do Reino de Deus perto de sua casa 

Acompanhe a matéria que mostra depoimentos de pessoas que enfrentaram sérias crises no casamento, mas encontraram a paz e a harmonia participando da reunião do Encontro com Deus, aos domingos, na Igreja Universal do Reino de Deus, que acontece nos seguintes horários: às 07h, 09h30 e 18 horas. Confira:



sábado, 26 de fevereiro de 2011

Clamor em Portugal

Um ano, após a tragédia com as chuvas que destruíram a Ilha da Madeira, a IURD realiza Concentração de Fé em favor daqueles que ainda sofrem com estragos deixados no local


Em fevereiro de 2010, o arquipélago da Ilha da Madeira, em Portugal, foi atingido por intensas chuvas e fortes ventos, que provocaram deslizamentos de terras, arrastando casas, causando mortes e deixando vários desabrigados em um dos principais pontos turísticos do país.

Um ano após a tragédia, a Igreja Universal do Reino de Deus, realizou uma Concentração de Fé e Milagres, intitulada como “Um dia de Recuperação”, na Sala de Congresso do Casino da Madeira, na cidade do Funchal, região autônoma da ilha (foto acima), com o objetivo de clamar por aqueles que perderam tudo em decorrência das fortes chuvas e ainda tentam recuperar não só os bens materiais, como também a motivação e autoestima.

Além das orações pelas vítimas, pessoas que exercitaram a fé e conquistaram bençãos relataram aos presentes o que fizeram para dar a volta por cima e vencer diversos problemas. 

Uma dessas pessoas foi o membro Vitor (foto ao lado com a esposa), que contou ter ficado entre a vida e a morte no hospital. "Eu comecei a sentir fortes dores de cabeça, febre alta e, logo, fui levado ao hospital. Quando a minha esposa foi visitar-me, os médicos disseram a ela que eu estava na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), pois havia sido contaminado por uma bactéria no sangue que afetava os pulmões, com poucas chances de sobreviver. Após essa conversa, eu entrei em coma”, relata Vitor.

Desesperada com o estado de saúde do esposo, Fátima, que já era membro da Igreja, pediu para que um pastor fosse ao hospital realizar uma oração por ele. “Quatro dias depois, ele saiu do coma e acordou, dizendo que as dores tinham desaparecido. Hoje, os exames comprovaram que ele está curado”, declara Fátima, agradecendo a Deus pelo milagre.

Sábado: Terapia do Amor

Participe da Terapia do Amor e conquiste a felicidade amorosa

Aos sábados, nas principais catedrais da Igreja Universal do Reino de Deus, acontece a  Terapia do Amor, às 15h e 19 horas. Nestes encontros, são feitas orações e dadas orientações para que todos os participantes alcancem a realização sentimental.

No Templo Maior de São Paulo (SP), localizado na Avenida João Dias, 1.800, em Santo Amaro, recentemente, o pastor Marcelo Moraes entrevistou o casal, Silvio e Graça, que relatou os conflitos vividos entre eles por causa dos vícios e agressões físicas. 

Mas, participando da Terapia do Amor eles tiveram o relacionamento transformado, pois Silvio foi liberto dos vícios, e Graça, agindo a fé, conseguiu perdoar o esposo. Acompanhe o depoimento:

Obreiros feios não podem servir na obra de Deus!

Obreiros feios não podem <br />servir na obra de Deus!

Pode parecer estranho o título desta mensagem, mas o que vamos falar não é sobre a beleza física! É sim sobre a beleza espiritual exigida por Deus para aqueles que querem fazer a Sua Obra. Para compreender melhor, vou convidá-lo/a a ler os versículos abaixo, então, entenderá o que, realmente, Deus tem a ensinar-nos. Lembrando que aquilo que Ele falou com Moisés no passado, ainda se reflecte na nossa vida espiritual, hoje!

“Pois nenhum homem em quem houver defeito se chegará: como homem cego, ou coxo, ou de rosto mutilado, ou desproporcionado, ou homem que tiver o pé quebrado ou mão quebrada, ou corcovado, ou anão, ou que tiver belida no olho, ou sarna, ou impigens, ou que tiver testículo quebrado” (Levítico 21.18-20).

Veja que, nesta passagem bíblica, o Senhor proibiu que as pessoas com defeitos servissem como sacerdotes. Vamos, então, analisar estes defeitos mencionados na lista de Deus, deixando de lado a questão física e usando os olhos espirituais:

CEGO Não servia para a obra. Para sermos bons obreiros, precisamos de ver com os olhos espirituais. Lembra-se do caso do servo de Eliseu, que entrou em casa a gritar e a dizer: “profeta! Estamos cercados pelo exército inimigo”. O que é que fez o homem de Deus? Orou e disse: “Senhor, abra os olhos deste moço para que veja!”. E, então, ele pôde contemplar os anjos de Deus dando-lhes protecção (2 Reis 6.17). Por isso, um bom obreiro precisa ver as coisas com os olhos espirituais, não pode ser cego.

COXO É aquele que manca. E quem manca não anda ao mesmo ritmo do que os demais, ficando para trás. Portanto, Deus não poderá usar-nos se estivermos a coxear pela vida.

ROSTO MUTILADO Refere-se a como deve ser o semblante de alguém que deseja servir a Deus. Infelizmente, muitos ainda não entenderam que um sorriso no rosto e um semblante agradável valem mais do que mil palavras. Pois, as pessoas chegam à Igreja cansadas e decepcionadas com o Mundo; maltratadas pelos problemas e oprimidas pelo diabo, e, às vezes, encontram obreiros e pastores com a cara fechada, rancorosos e preocupados com os seus próprios interesses!

DESPROPORCIONADO Desproporcional. A pessoa que tem uma atitude exagerada – no falar, no comportamento, no modo como se relaciona com a família e os amigos, na forma como se veste, etc – causa escândalo.

PÉ QUEBRADO O que é que acontece com quem tem o pé quebrado? Não fica de pé, não é verdade? Existem muitas pessoas que querem fazer a obra de Deus, mas têm o pé quebrado, não se firmam. Ou seja, estão aqui, depois mudam-se para lá, aparecem e depois desaparecem … “Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor…” (1 Cor 15.58).

MÃO QUEBRADA Quem tem a mão quebrada não consegue agarrar nada com firmeza. E a obra de Deus exige força de vontade e garra.

CORCOVADO Lembre-se que aquele que faz a obra de Deus não pode andar de cabeça baixa. Não pode estar curvado, nem por medo, nem por vergonha. Seja um obreiro aprovado e que não tem do que se envergonhar (2 Tm 2.15).

ANÃO É aquele que não desenvolveu a sua estatura. Assim são muitas pessoas que estão na Igreja, espiritualmente falando são como anões, pararam de crescer.

BELIDA NOS OLHOS, SARNA E IMPIGEM O nosso olhar, o nosso semblante, devem reflectir o Senhor Jesus. Você pode ser sério, mas não arrogante; pode ser sorridente, mas não escarnecedor; pode repreender, mas com amor, nunca com ódio. Elimine da sua vida a arrogância, a falsidade, a inveja, o medo e a inferioridade. O seu semblante ficará muito mais suave.

TESTÍCULO QUEBRADO Que é seja incapaz de se reproduzir! O bom obreiro é aquele que faz discípulos. Tem que ser reprodutivo, um ganhador de almas. O bom obreiro atrai a atenção das pessoas e todos querem imitá-lo pelo seu bom procedimento.

Diante destas qualidades, é bom que você que deseja fazer a obra de Deus, ou que até já está a fazer, cuide bem da sua aparência interior, para que Deus o/a possa usar cada vez mais.

FONTE : BLOG DO BISPO JÚLIO FREITAS  http://bispojulio.com/


sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Mulher de hoje: virtuosa?

Tema foi debatido em recente palestra ministrada em São Paulo por Ester Bezerra, esposa do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, bispo Edir Macedo


É possível a mulher de hoje ser esposa, mãe, profissional e se enquadrar naquilo que a Bíblia Sagrada descreve como “mulher virtuosa”, cheia de qualidades, submissa e agradável aos olhos de Deus? Parece uma tarefa bem difícil, porém, não é impossível, garantiu Ester Bezerra, em uma palestra realizada, recentemente, em Santo Amaro, zona sul da capital paulista, para as mulheres integrantes do grupo “Mulher V” e convidadas. 

Durante o encontro, ela tomou como base a Palavra no livro de Provérbios, capítulo 31, versículo 10 em diante, no qual descreve com riqueza de detalhes as virtudes femininas  planejada por Deus: “Mulher virtuosa, quem a achará? O seu valor muito excede o de finas jóias...”, e explicou: “Apesar do mundo diferente e de tanta tecnologia que nos envolve, essa mulher deve existir sim. Ela se sobressai, faz a diferença com o seu talento, ternura, dedicação e fé. Realmente, é um achado raríssimo, comparado às pedras preciosas e, como diz a Bíblia: feliz o homem que a encontra.” 

Uma das integrantes do “Mulher V”, da capital paulista, Marina Teixeira (foto ao lado), de 38 anos, compartilhou com todas algumas experiências vividas, desde que começou no grupo. “Já na fase do cumprimento das tarefas, o meu filho foi preso. Na hora, fiquei muito triste e revoltada com a situação, porém, lembrei-me de tudo o que havia aprendido e de como uma mulher virtuosa deveria agir, por isso, clamei para que Deus não apenas o libertasse, mas o fizesse reconhecer que sem Ele não era nada. Deus me ouviu viu a minha determinação e meu filho foi solto e, enquanto estávamos sendo consagradas na formatura, ele participava da reunião da Força Jovem, aqui na Igreja”, testemunhou.

Nova Catedral na Nigéria

O povo nigeriano pode contar com uma Catedral localizada na cidade de Lagos


Nigéria é considerado o país mais populoso da África, com mais de 148 milhões de habitantes, rico em recursos naturais e com uma econômia em constante crescimento. Mas, apesar da riqueza, grande parte da população ainda vive na pobreza.

Além das dificuldades financeiras, existem também os conflitos religiosos entre muçulmanos e cristãos, que mataram aproximadamente mil pessoas, em 2010, e mais de 200, somente em janeiro deste ano.

Visando levar a paz por meio da pregação do Evangelho, a Igreja Universal do Reino de Deus instalou-se no país, há 10 anos, e tem libertado os oprimidos com as armas da fé e não com o uso da força do braço.

Em virtude disso, o trabalho evangelístico na região tem crescido e, no dia 20 de fevereiro, aconteceu a inauguração de uma nova Catedral, na cidade de Lagos, sudoeste do país, ministrada pelo responsável do trabalho da IURD no território, pastor Luciano Reis (foto acima e ao lado). “As portas estarão abertas 7 dias por semana, para aqueles que estão em busca de uma vida melhor”, destacou o pastor, antes de derramar o azeite ungido, consagrando o novo templo a Deus.

Durante o encontro, o empresário Timothy, de 30 anos, contou a todos os presentes que, graças ao trabalho incessante de evangelização dos voluntários, ele teve a vida transformada pela fé. "Eu estava passando fome e morando na rua, cheguei até a pensar no suicídio. Mas, um dia, eu passei na porta da Igreja e recebi um panfleto contendo a frase “Pare de Sofrer”. Nesse momento, eu despertei e acreditei que minha vida poderia mudar", lembra.

Ele explicou que à medida que foi participando das correntes de orações e colocando em prática os ensinamentos recebidos na Igreja, a realidade dele mudou radicalmente. “Deus me deu direção para prosperar e eu abri o meu próprio negócio. Também deixei de morar na rua e só posso agradecer a Deus por tudo o que Ele tem feito na minha vida”, declara.

Sunday (foto ao lado com a esposa) também sofria com dificuldades financeiras, pois estava desempregado e sem nenhum dinheiro. “Eu morava em um quarto pequeno e por diversas vezes tive de sair à procura de emprego a pé, pois não tinha nem como pagar a condução", conta.

Sem esperança de uma melhora de vida, ele viu as portas da Igreja Universal abertas e aceitou o convite feito pelo pastor para participar de uma reunião. 

Após perseverar, o antes desempregado tornou-se um comerciante bem sucedido, comprou uma casa e encontrou o amor da vida dele. "Exercitando a minha fé em Jesus, eu tive minha visão aberta e, hoje, posso desfrutar de uma vida de qualidade, graças a Deus", agradece, com alegria.

Sexta-feira: Dia da Libertação

Sérgio Valério chegou a ser preso, mas foi liberto e reconstruiu a família, na Reunião de Libertação

Sérgio Valério cresceu em um lar destruído pelo vício da bebida do pai. Por causa da situação em que vivia, aos 14 anos, também começou a beber e a usar drogas. Sempre em más companhias, ficou preso durante um mês, acusado de participar de um assassinato.

Em liberdade e desempregado, ele começou um relacionamento sério com uma moça que, logo descobriu que estava grávida e, sem saber lidar com a situação, entregou-se novamente ao vício.

Mas, foi por meio de um convite de uma tia que ele chegou até à Igreja Universal do Reino de Deus e participando das correntes de oração, aos poucos, alcançou a libertação. Assista ao depoimento e confira os resultados da fé, na vida de Sérgio:


Se você sofre com problemas espirituais e deseja se libertar, participe, nesta sexta-feira, da Reunião de Libertação, em uma Igreja Universal do Reino de Deus perto de você.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Como começar de novo?

Mesmo que estejamos no fundo do mar ou no mais profundo abismo, ainda há tempo de recomeçar 


Quando Jonas ouviu de Deus que deveria levar a Palavra da Salvação até a cidade de Nínive, ele não estava disposto a ir, pois acreditava que o povo não merecia ser perdoado, mas sim destruído junto com a cidade. Assim, desobedeceu a ordem divina e fugiu.

Na fuga, o profeta embarcou para uma cidade chamada Társis, local oposto de Nínive, imaginando que poderia escapar dos olhos de Deus. Durante o trajeto, ao deitar-se tranquilamente no porão do navio, uma grande tempestade agitou o mar, a ponto dos marinheiros lançarem Jonas nas águas turbulentas, a fim de livrarem-se do perigo, pois acreditavam que ele era o motivo de tamanha reviravolta (Jonas 1:1-5).

No fundo do oceano, Jonas foi engolido por um grande peixe. Porém, três dias depois, ao ser vomitado pelo animal, seguiu para Nínive para levar a mensagem de perdão de Deus aos habitantes.

Analisando este pequeno relato de uma parte da vida de Jonas, podemos extrair alguns exemplos, que servem para nos ajudar a recomeçar quando cometemos algum erro:

Reconhecimento

Ao ser abordado pelos marinheiros, Jonas reconheceu que estava errado, que havia fugido da presença de Deus por não querer cumprir Sua ordem. O primeiro passo para receber o perdão de Deus foi ter reconhecido sua culpa (Leia Jonas 1:10). Admitir que estamos errados não é nada fácil; mas, justamente por exigir uma boa dose de sacrifício, este grande ato é o caminho mais sincero e eficaz para um recomeço.   

Humildade e perdão

Quando esteve enclausurado na barriga do grande peixe, Jonas pediu perdão a Deus. O arrependimento dele veio no momento em que mais precisou (Jonas 2:3).

Às vezes, as circunstâncias do dia a dia são tantas que deixamos de reconhecer pequenos ou grandes erros que podem prejudicar outras pessoas. Com a atitude de se recusar em pregar a mensagem de Deus ao povo de Nínive, por exemplo, Jonas simplesmente estava impedindo que as pessoas fossem salvas.

Nunca é tarde para pedir perdão e perdoar. O fundo do poço ou do mar pode ser muito ruim, mas até mesmo ali Deus envia socorro para nos ajudar.

Obediência

Um erro só tem vantagem se a pessoa que errou aprender com isso. Jonas aprendeu e resolveu fazer o que Deus ordenara. Como consequência, toda aquela população fora perdoada e salva (Jonas 3:10). Assim acontece conosco. Quando obedecemos a um chamado divino, ou somos sensíveis às orientações do Espírito Santo, recebemos os benefícios destes atos e ainda contribuímos para que outras pessoas sejam abençoadas.

Bispo Macedo realiza reunião em Soweto

A fé inteligente foi o tema da pregação feita pelo bispo 


A Igreja Universal do Reino de Deus instalou-se na África do Sul, no ano de 1992, e, atualmente, conta com 370 templos espalhados pelo território, incluindo uma catedral para 8 mil pessoas,em Joanesburgo, no bairro de Soweto, local que, no último domingo (20), aconteceu a “Concentração de fé e Milagres”, ministrada pelo bispo Edir Macedo.

Durante o encontro, o bispo explicou que muitas pessoas sofrem porque tomam atitudes impulsionadas pela emoção, deixando de usar a fé inteligente, que produz resultados. “Deus trabalha com a fé, enquanto Satanás, por outro lado, trabalha com a dúvida”, disse.

Ele também ensinou que a vontade de Deus não é de que as pessoas vivam na miséria e no sofrimento, mas tenham uma vida abundante, conforme está prometida nas Escrituras Sagradas: “Talvez você pense que está destinado ao sofrimento, à infelicidade. Não pense assim, pois isso não é verdade; Deus quer o melhor para você."

Antes de finalizar o culto e buscar pelo derramamento do Espírito Santo, o bispo fez questão de ressaltar que todos devem combater o medo usando a fé, porém para que a pessoa conquiste a salvação terrena e eterna, é preciso receber o Espírito Santo. “Quando você tem o Espírito de Deus, acredita em si mesmo e usa a fé inteligente, tudo muda, pois Ele não pode fazer nada sem a sua participação”, finalizou, determinando bençãos sem medidas sobre a vida de todos os presentes.

Veja galeria de fotos, clicando aqui.

Quinta-feira: Reunião da Família

Vera Cristina buscou ajuda em Deus para a filha que havia sofrido um grave acidente de carro

Vera Cristina conta que a filha sofreu um grave acidente de carro e teve várias fraturas pelo corpo. Por causa disso, a mãe procurou ajuda divina na Igreja Universal do Reino de Deus e aprendeu a usar a fé inteligente, que produz resultados. 

Hoje, a filha de Vera está curada, terminou os estudos, e faz a mãe sentir-se realizada e feliz. Confira:



Se você deseja desfrutar de uma família harmoniosa e feliz, participe da Reunião da Sagrada Família , nesta quinta-feira, em uma Igreja Universal do Reino de Deus, perto de você, às 08h, 10h, 15h e 20 horas.

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

A morte

A Bíblia mostra que há dois tipos de morte: a física e a espiritual


Acompanhando a definição de vida, podemos traduzir morte como sendo a parada, em animais e plantas, de todo tipo de atividade manifestada em funções orgânicas.

Em relação aos seres humanos, a Medicina estabelece ainda a morte cerebral, isto é, o cessar das atividades do cérebro, o qual comanda todo o corpo, podendo ocorrer mesmo quando algumas funções orgânicas permanecem ativas, com o auxílio de aparelhos, como é o caso da respiração (mantida pelo chamado pulmão artificial) e dos batimentos cardíacos.

A polêmica está centrada exatamente na questão do momento da morte, pois para serem transplantados com sucesso, os órgãos precisam ser retirados dos doadores enquanto as funções orgânicas estão perfeitas, embora no cérebro a morte já tenha ocorrido.

As pessoas, na sua maioria, segundo recentes pesquisas, não confiam no diagnóstico dos médicos quanto à morte cerebral e temem que erros possam ser cometidos.

Do ponto de vista bíblico, existem dois tipos de vida: a terrena, deste mundo, e a eterna, junto ao Pai. Existem também dois tipos de morte: a física e a espiritual. A física é quando o espírito deixa o corpo, que volta ao pó; a espiritual é o eterno afastamento de Deus, a condenação eterna.

A maior escolha que o ser humano tem a fazer enquanto está neste mundo é, na verdade, onde vai querer passar a eternidade: no céu ou no inferno. A Palavra de Deus é bastante clara quanto à existência da vida após a morte, questão esta que a humanidade vem tentando esclarecer desde tempos remotos: “Quando vier o Filho do Homem na sua majestade e todos os anjos com ele, então, se assentará no trono da sua glória; e todas as nações serão reunidas em sua presença (...) Então, o Rei dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos.

Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; sendo forasteiro, não me hospedastes; estando nu, não me vestistes; achando-me enfermo e preso, não fostes ver-me. E eles lhe perguntarão: Senhor, quando foi que te vimos com fome, com sede, forasteiro, nu, enfermo ou preso e não te assistimos?

Então, lhes responderá: Em verdade vos digo que, sempre que o deixastes de fazer a um destes mais pequeninos, a mim o deixastes de fazer. E irão estes para o castigo eterno, porém os justos, para a vida eterna.” (Mateus 25.31-46)

O Senhor Jesus, durante a Ceia, confortou os Seus discípulos, falando-lhes a respeito do maravilhoso porvir que os aguardava, o lar celestial, a casa do Pai: “Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar.” (João 14.2).

* Texto retirado do livro “Estudos Bíblicos”, do bispo Edir Macedo

Força Jovem no combate à dengue

Em Minas Gerais, jovens conscientizaram moradores a evitar a proliferação do mosquito da dengue


Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), publicado em 2010, estima-se que entre 50 e 100 milhões de pessoas são infectadas anualmente pelo vírus Aedes aegypti, causador da dengue, que está presente em mais de 100 países, de todos os continentes, exceto na Europa. No Brasil, a incidência é maior nos meses mais quentes do ano, quando o grande volume das chuvas contribui para a proliferação do mosquito.

A pesquisa aponta que o estado de Minas Gerais apresentou o maior número de infectadas pelo vírus, sendo que para cada 5 pessoas que morreram vítimas da doença, uma era mineira. De acordo com o Ministério da Saúde, somente nos últimos três meses, o número de casos subiu e, em 2011, o risco de epidemia no Estado é alto. 

Preocupados em evitar a epidemia, mais de 200 integrantes do grupo Força Jovem Brasil, da Igreja Universal do Reino de Deus de Juiz de Fora (MG), participaram, no último dia 13, de um mutirão que aconteceu na zona norte da cidade, em combate à proliferação do mosquito transmissor da doença.

Enquanto vistoriavam às residências, os jovens conscientizaram os moradores acerca da prevenção, ensinando-os a não deixar água parada em pneus, vasos e outros recipientes, além de manter sempre a caixa d'água tampada e limpa. Ao todo, quatro caminhões de lixo foram recolhidos da região, com o apoio da Secretaria da Saúde do município.

Segundo o educador em Saúde, Josias Paula Silva, responsável pela capacitação dos jovens, a iniciativa é um exemplo a ser seguido. “O município está em estado de alerta, por causa da doença. O que esses jovens fizeram foi um verdadeiro ato de cidadania, que deve ser seguido pela cidade inteira, pois com certeza, esta mobilização ajudou a salvar vidas”, declara. 

Uma das voluntárias, Kélie Valentin, estudante de 19 anos, integrante da Força Jovem, acredita que a ação teve êxito e deveria repetir-se mais vezes. “Conseguimos conscientizar os moradores sobre a responsabilidade de cada um no combate à dengue. É uma mobilização que deve haver sempre”, afirma.

O desejo da voluntária será realizado em breve, alertando mais comunidades, como afirma um dos coordenadores do grupo, Vítor Corrêa: “Estamos muito felizes de promover uma ação que traz benefícios para a comunidade. Acredito que tivemos um ótimo retorno da população. Recebemos pedidos para que o mutirão seja feito em outros locais e estamos planejando novos atos.”

Viviane voltou para Jesus

Longe de Deus, ela tornou-se viciada e enfrentou crises familiares

Viviane Marangone conta que, por causa da falta de tempo e os compromissos com o trabalho, deixou de frequentar às reuniões na Igreja Universal e acabou desviando-se da fé em Jesus.

Dominada pela depressão, ela  enfrentou crises familiares e buscou refúgio nos vícios. 

Cansada de tanto sofrimento, ela decidiu buscar a Deus e participando das correntes de oração a vida dela mudou. Saiba como isso aconteceu:



Se você está distante de Deus e deseja voltar, procure uma Igreja Universal do Reino de Deus mais próxima da sua casa e participe da Reunião dos filhos de Deus, nesta quarta-feira, às 08h, 10h, 15h e 20 horas.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

A fé pura como o ouro

Durante reunião em SP, bispo Romualdo Panceiro explicou que o resultado da vida de uma pessoa dependerá da fé que ela carrega dentro de si


A reunião especial das 9h30, no Templo Maior de São Paulo (SP), foi realizada, no último domingo (20), pelo bispo Romualdo Panceiro, que, durante o encontro, ensinou sobre a fé que produz resultados.

O bispo explicou que da mesma forma em que o ouro é depurado, quando exposto ao fogo, a fé de qualidade existente dentro de cada um também suportará e vencerá qualquer desafio. “A fé que você traz dentro de si faz a diferença tanto para o bem como para o mal, por isso, se ela é de qualidade, uma fé de ouro, a sua vida também será um sucesso, pois refletirá o que existe dentro de você”, definiu.

Referindo-se à necessidade de usar a fé com a atitude, o bispo citou o exemplo de Gideão (leia Juízes 7), lembrado na Bíblia Sagrada como um homem corajoso e audacioso que, com sua revolta e fé, ao lado de 300 homens, lutou contra os inimigos que os oprimiam (os midianitas), vencendo a todos. “Deus o escolheu por causa dessa revolta, pois Gideão não aceitava mais viver oprimido, crendo em um Deus tão poderoso”, acrescentou.

De acordo com o bispo, vivemos em uma guerra constante, porém o combate não deve ser feito com pessoas, mas, sim, contra as forças espirituais do mal. “O mal sabe que uma vez a pessoa sendo revestida de uma fé pura, será uma ameaça para ele. Portanto, quem tem a fé de ouro vence o dia mal, vence a tudo. E tudo é tudo. Se você tiver essa fé, não dependerá de ninguém para decidir a sua vida, mas o temor o fará desviar-se do mal, conservando o escudo de ouro, que é a sua salvação eterna” destacou.

“Qual fé você tem dentro de si?”, indagou o bispo a todos, antes de chamar à frente os que desejavam desprender-se de tudo, despojar-se de si mesmo e entregar-se totalmente nas mãos de Jesus, a fim de adquirir uma fé inabalável, capaz de resistir ao mal e de sobrepujar a todos os problemas.

O Templo Maior está localizado na Avenida João Dias, 1.800, bairro de Santo Amaro, na zona sul de São Paulo.

Força Jovem leva fé a parque de diversões

O dia foi marcado por alegria, fé e adoração


O Playcenter, parque de diversão localizado na zona oeste de São Paulo (SP), que tem capacidade para comportar 8 mil pessoas por dia, recebeu, neste último sábado (19), mais de 5 mil integrantes do Força Jovem da Igreja Universal do Reino de Deus, do estado, que dirigiram-se ao local não somente para um dia de divertimento,  mas também para anunciar o evangelho por meio de louvores e orações.

Intitulado como “Consciência Jovem" o passeio teve início às 10 horas e, durante todo o dia, quem esteve no parque pôde acompanhar apresentações das bandas gospel Blessed, Tô na Boa, Resgate Soul, Segunda Casa, Renascer Praise, Sonoros, Vou na Fé, Banda Gerd e Jovem Sampa. Além desses grupos, os cantores Giesly Motta, Maury di Jesus, Gilson Campos, Giovane Santos, Marquinhos Gomes, bispo Marcello Brayner e Janaína Brandão também animaram a plateia, que dividiu o tempo entre os brinquedos e momentos de adoração.

A dupla sertaneja Christian e Cristiano (foto ao lado) despertou a atenção daqueles que não eram integrantes do Força Jovem, cantando a música tema da novela Ribeirão do Tempo, da Rede Record.

Para esclarecer as dúvidas dessas pessoas, jovens montaram tendas ao redor do parque e explicavam sobre cada projeto social promovido pelo grupo, tais como o “Dose mais forte”, que oferece apoio aos dependentes químicos; e o “Se liga 16”, que promove a cidadania e cursos profissionalizantes gratuitos.

A viagem de mais de 200 quilômetros não tirou a empolgação da integrante do grupo, Patrícia Damázio de Moura, de 25 anos, que saiu de Pirassununga, interior do estado, com mais desejo de ajudar aos jovens que estão sofrendo, do que passear no parque. “Os projetos do Força Jovem alcançam àqueles que estão perdidos, sem alegria de viver.  São em eventos assim que mostramos que é possível ser feliz de verdade, pois ensinamos que ser jovem é nunca deixar de sonhar", declara.

Enquanto esperava nas filas dos brinquedos, o eletricista Marcelo Rodrigues Leite, de 20 anos (foto ao lado), aproveitava para comentar com quem estava ao redor a mudança de vida alcançada pela fé. "Antes de participar do grupo, eu era extremamente nervoso e encrenqueiro, vivia arrumando brigas e confusões, a ponto de ser até ameaçado de morte. Mas, hoje, estou liberto e me considero um novo homem", afirma.

O bispo Marcello Brayner convidou a todos para, de mãos dadas, formarem uma corrente de fé pela vida de todos que sofrem. Logo em seguida, o pastor Jean Madeira, responsável pelo grupo no Brasil, finalizou as apresentações enfatizando que os sonhos foram feitos para se realizarem, e ensinou o segredo para que eles aconteçam. “Não perca a oportunidade de colocar a sua vida nas mãos deste Deus tão maravilhoso. Ele está vivo e está presente aqui, hoje, nesta tarde”, concluiu.

Veja galeria de fotos, clicando aqui.

Com informações de Daniela Soares- Força Jovem São Paulo

Terça-feira: Dia da cura espiritual

Participe da Sessão do Descarrego em uma Igreja Universal do Reino de Deus perto de você 

No Templo Maior de São Paulo (SP), localizado na Avenida João Dias, 1.800, em Santo Amaro, recentemente, o pastor Leno Luís entrevistou o Rafael. Ele contou que, desde criança sofreu com uma vida de pobreza, pois chegou a passar fome. Por causa desta situação de miséria, aos 14 anos, ele praticou o primeiro assalto e, aos 19 anos acabou sendo preso, tendo que dormir no chão da cela.

Mas, participando da Sessão do Descarrego, que acontece todas as terças-feiras, na Igreja Universal do Reino de Deus, foi liberto e conquistou uma vida de qualidade. Confira esta história:



Se você sofre com problemas espirituais e deseja se libertar, compareça à Sessão do Descarrego, que acontece às terças-feiras, às 11h30, 15h e 20 horas, na Igreja Universal do Reino de Deus.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Você pode

Nesta história, você saberá o motivo pelo qual muitos são dominados pelos problemas, mesmo tendo capacidade de vencê-los


Você já observou um elefante no circo? Durante o espetáculo, o enorme animal faz demonstrações de força incríveis. Mas, o que muitos não sabem é que antes de entrar em cena, o elefante permanecia preso, quieto, contido somente por uma corrente que aprisionava uma de suas patas a uma pequena estaca cravada no solo. 

Sem dúvida a estaca é um pequeno pedaço de madeira. E por mais grossa que a corrente seja, obviamente se ele soubesse a força que tem, teria a arrancado e fugido há muito tempo. Mas, que mistério! Por que ele não foge?

A resposta é simples: o elefante não escapa porque foi preso à estaca ainda muito pequeno. Naquela época, a estaca ainda era muito pesada para ele e, apesar de todo o esforço que fez, não pôde se soltar. Cansado de tentar, ele cresceu, aceitou aquela situação, acreditando que não pode mudá-la.

O mesmo acontece com muitas pessoas. Depois de terem recebidos negativas ou tentado algo sem sucesso, conformaram-se com os problemas, acreditando que não poderão vencê-los. Semelhantemente ao elefante, elas ficam presas às estacas do fracasso e a uma vida limitada, impedindo que a força que existe dentro delas quebre qualquer amarra que as prendem aos problemas.

Por isso, exercite a fé que há dentro de você e não permita que situações ou palavras de dúvida, neutralizem o poder capaz de transformar por completo a sua vida.

Muçulmanos convertem-se a Jesus

No Senegal, continente africano, desde 1990, a IURD tem transformado vidas por meio da fé


A República de Senegal está localizada ao oeste da África Ocidental e conta com uma população de mais de 8 milhões de habitantes. Mesmo o país tendo uma das economias mais estáveis da região, com a produção de amendoim e a exportação de fosfato, os moradores ainda sofrem com a pobreza e a elevada taxa de desemprego. Apesar das dificuldades, religiosidade é o que não falta ao povo senegalês, pois 90% da população declara-se muçulmana. 

Porém, a diferença de crença não impediu que a Igreja Universal do Reino de Deus chegasse ao país com o objetivo de anunciar a Palavra de Deus. Desde que foi aberto o primeiro templo, no ano de 1990, já são dez Igrejas espalhadas pela região, dentre elas, uma catedral na capital Dakar, com capacidade para 500 pessoas sentadas. E mesmo enfrentando preconceitos, todos os dias, missionários recebem pessoas que deixaram a religiosidade de lado em busca de uma transformação de vida.

É o caso de Yancouba Sagna (foto ao lado) que desde que nasceu foi ensinado a praticar os rituais islâmicos. Ele conta que, durante um dos ritos, era preciso jejuar trinta dias seguidos, e ele firmemente empenhava-se na prática, porém não obtia o resultado desejado. “Por dois anos, fiquei gravemente doente, sentindo fortes dores na barriga. Fazia vários tratamentos, cheguei até a procurar ajuda na casa dos encostos, mas não tive melhora. Minha família já estava cansada de gastar tanto dinheiro com medicamentos”, relata.

Um dia, a caminho para o hospital, uma pessoa que frequentava a Igreja Universal o convidou para participar de uma reunião, mas ele recusou, por não acreditar no poder do nome de Jesus. “Mesmo doente, eu recusei. A partir deste dia, eu comecei a escutar uma voz que dizia que não poderia ir até uma igreja cristã, mas estava com muitas dores e, decidi deixar de lado o orgulho e o que havia aprendido em outros lugares, para alcançar a cura", conta.

Chegando à Igreja, Yancouba ficou confuso, pois sempre o ensinaram que não poderia nem ter contato com uma Bíblia. Mas, permanecendo na fé, as palavras novas que ele recebia, tocavam profundamente no coração dele, até que em uma oração forte decidiu entregar-se ao Senhor Jesus e foi curado das dores que sentia. 

Porém, a decisão que rendeu benefícios físicos e espirituais para a vida de Yancouba, veio acompanhada de muitas perseguições. "Quando a minha família soube que havia me convertido, cheguei até a ser ameaçado de morte. O meu tio deixou de pagar os meus estudos e expulsaram-me de casa. Fui abandonado por todos", relembra.

Mas as ameaças e o abandono não puderam arrancar a fé pura que havia sido colocada por Deus no coração dele e, ao perseverar, Yancouba venceu todos os problemas. "Um dia, eu disse para Jesus que eu não tinha nem ouro, nem prata para oferecer a Ele, mas que tinha a minha vida para dedicar. Hoje, eu sou pastor da Igreja Universal do Reino de Deus, no Senegal e dou meu testemunho a todos que conheço”, declara.

Issa Ba (foto ao lado), também era muçulmano e, mesmo praticando os ensinamentos, não encontrava forças para deixar o vício das drogas, que o fazia vender tudo dentro de casa para sustentar o vício. “Eu não queria abandonar essa vida, pois ganhava muito dinheiro, mas, apesar dessa riqueza, eu não tinha paz no coração, vivia sempre triste", destaca.

Em uma tarde, Issa deparou-se com um carro de som da Igreja Universal e decidiu participar de uma reunião, sem se importar com a tradição religiosa. “Quando eu tomei a decisão de me entregar por completo a Deus, logo fui liberto do vício. Porém, como aconteceu com Yancouba, todos os meus familiares voltaram-se contra mim. Meu pai até me ameaçou de morte", lamenta.

Longe da família, Issa decidiu assumir a nova fé e não deixou-se intimidar pelas perseguições. Como resultado, em pouco tempo, o pai o procurou e aceitou a decisão do filho. "Eu não podia abandonar aquele que havia me dado a paz que tanto procurava, o Senhor Jesus. Hoje, tudo está mudado, pois vivo em perfeita harmonia com a minha família”, finaliza.
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS POPULARES

LISTA DE BLOGS

ARQUIVO DO BLOG