sexta-feira, 30 de julho de 2010

Fidelidade

Sinais do Fim

Valorização da cultura judaica


Centro Cultural Jerusalém celebra relações diplomáticas entre Brasil e Israel


Em visita à exposição de fotografias “Momentos e Emoções” no Centro Cultural Jerusalém (CCJ), na Zona Norte do Rio, o cônsul honorário de Israel, Osias Wurman, comentou: “Ela retrata bem as várias fases por onde passou o Estado de Israel nesses 62 anos de vida”. Wurman esteve no local dia 21 de junho acompanhado do administrador do CCJ, pastor Marcos Bordalo e dos presidentes da Federação Israelita do Estado do Rio de Janeiro (Fierj), Léa Lozinnsky e do Museu Judaico do RJ, Max Nahmias, dentre outros. O evento, no CCJ até setembro, é patrocinado pela Embaixada de Israel e a Fundação Jacobi - que celebram as seis décadas de relações diplomáticas entre Brasil e Israel.

Os momentos entre os dois países são marcados por alegria, aproximação e pela paz, observa o cônsul de Israel. “Vejo aqui fotos lindas do Acordo de Paz que foi celebrado entre Israel e Egito em 1979 que vale até hoje. E com a Jordânia, a mesma coisa. Nosso grande sonho nesse ambiente aqui divino (do CCJ) é que um dia a liderança palestina também possa ser iluminada, como somos nós hoje da cultura judaico-cristã e que se aproxime da paz e que a gente possa voltar a Jerusalém com o coração aberto, abraçando irmãos que essa é a nossa filosofia.


 O Judaísmo e o Cristianismo, unidos, transformaram a vida como um objetivo maior da existência do ser humano”, conclui, Osias Wurman.

O CCJ é um ponto turístico oficial do Rio de Janeiro. Lá, na Av. Dom Hélder Câmara, 4242, em Del Castilho, os visitantes vivenciam experiências marcantes, através da exposição permanente da Réplica de Jerusalém da Época do Segundo Templo, e conhecem a história de um verdadeiro patrimônio da humanidade: a cidade de Jerusalém, em Israel.

A maquete de Jerusalém é a segunda existente no mundo. Ocupa 736,7 metros quadrados e recebe mensalmente, em média, 4000 pessoas. Grupos de excursão representam 50% da visitação, incluindo escolas, faculdades e grupos religiosos. No CCJ os visitantes também encontram outras exposições, eventos e atrações como a loja de souvenirs. O Centro funciona diariamente, das 9h às 18h. As visitas podem ser marcadas pelo site www.centroculturaljerusalem.com.br ou pelo telefone (21) 2582-0140. O ingresso custa R$ 10, com meia-entrada para estudantes e pessoas acima de 60 anos.

Veja galeria de fotos do Centro Cultural Jerusalém

quinta-feira, 29 de julho de 2010

A grandeza espiritual do Templo de Salomão



"O templo vai arremeter a fé atual para a fé antiga, pura, sem malícia"

Na Catedral da Fé, em Santo Amaro (SP), o bispo Edir Macedo começou a reunião com uma oração. Em seguida, todos os presentes cantaram a canção “Cidade Santa”, que fala sobre Jerusalém. Ele disse que a música será muito entoada no Templo de Salomão, a ser construído no bairro do Brás, na capital paulista.

O bispo falou que gostaria que todos compreendessem o significado e a grandeza do Templo. Disse ainda que o templo erguido por Salomão, no passado, restaurou a vida das pessoas, assim como acontecerá com o que vai ser erguido aqui: “Até mesmo o povo judeu terá a vida restaurada; não somente os cristãos”, acrescentou.

Ele relatou que o templo significava a presença de Deus com o Seu povo. E disse que o povo judeu traz dentro de si o sonho de vê-lo erguido.

“Quando ele estiver pronto, será como se você estivesse chegando ao Altar de Deus; tamanha será a sua grandeza!”, exclamou. Continuando, explicou: “O templo vai arremeter a fé atual para a fé antiga, pura, sem malícia”.

Neste aspecto, o bispo falou que há muitas pessoas com a fé misturada com a malícia, o que as faz possuir uma fé caída. De acordo com o bispo, isso é muito grave, porque as pessoas conquistam coisas, mas devido à malícia, tudo acaba desandando, retrocedendo. “É mais difícil manter a fé do que tê-la. É como no casamento; casar é fácil, o difícil é manter-se casado”, comparou. Depois, alertou: “Temos que estar imunes às malícias deste mundo.”

Para completar seu pensamento, usou a Palavra: “É porque o Senhor sabe livrar da provação os piedosos e reservar, sob castigo, os injustos para o Dia de Juízo, especialmente aqueles que, seguindo a carne, andam em imundas paixões e menosprezam qualquer governo. Atrevidos, arrogantes, não temem difamar autoridades superiores, ao passo que anjos, embora maiores em força e poder, não proferem contra elas juízo infamante na presença do Senhor. Esses, todavia, como brutos irracionais, naturalmente feitos para presa e destruição, falando mal daquilo em que são ignorantes, na sua destruição também hão de ser destruídos, recebendo injustiça por salário da injustiça que praticam. Considerando como prazer a sua luxúria carnal em pleno dia, quais nódoas e deformidades, eles se regalam nas suas próprias mistificações, enquanto banqueteiam junto convosco; tendo os olhos cheios de adultério e insaciáveis no pecado, engodando almas inconstantes, tendo coração exercitado na avareza, filhos malditos; abandonando o reto caminho, se extraviaram, seguindo pelo caminho de Balaão, filho de Beor, que amou o prêmio da injustiça (recebeu, porém, castigo da sua transgressão, a saber, um mudo animal de carga, falando com voz humana, refreou a insensatez do profeta). Esses tais são como fonte sem água, como névoas impelidas por temporal. Para eles está reservada a negridão das trevas...” (2 Pedro 2: 9-17)

Dando sequência, o bispo falou que a situação dos caídos na fé é pior do que a dos incrédulos, porque são pessoas que experimentaram o dom grandioso de Deus, mas que se deixaram levar pela malícia. Ele explicou ainda que no meio dos incrédulos, essas pessoas se mostram crentes, e no meio dos cristãos se mostram incrédulas; ou seja, são pessoas indefinidas na fé. “Se a fé estiver em baixa, a dúvida estará em alta, e vice-versa”, frisou.

Logo após, enfatizou que a vida da pessoa depende de sua própria fé, e comparou a fé com a qualidade do sangue no organismo: “Se ele (sangue) estiver bom, você terá uma qualidade de vida boa; mas se estiver cheio de gordura, sua saúde vai mal.”

Depois, ratificou: “Você precisa se vestir de convicção, chamada fé. O diabo sabe quando a pessoa está na fé, convicta, então ele se afasta. Mas, se estiver em dúvida, aí vem a insônia, as doenças, os problemas, etc.”

Para o bispo, a fé cristã não significa aderir a uma religião, mas aderir à fé viva no Senhor Jesus. Ele disse que “muitas pessoas começaram bem na fé, mas porque deram ouvidos às palavras maliciosas no coração, essas palavras começaram a destruir pouco a pouco a fé, sendo isso muito mais difícil de se recompor.”

Finalizando, todos, em seguida, buscaram a presença do Espírito Santo. E a reunião fora encerrada da mesma maneira que iniciou: orando e entoando fortemente a canção “Cidade Santa”.

quarta-feira, 28 de julho de 2010

"A Gente da Comunidade" realiza curso de capacitação profissional


No Rio Grande do Sul, além de oficinas, o grupo mantém ações sociais voltadas aos necessitados


O Grupo “A Gente da Comunidade” do estado do Rio Grande do Sul está oferecendo oficinas preparatórias para o mercado de trabalho a adultos e idosos.  As inscrições para os cursos de informática, inglês, espanhol, corte e costura, garçom e secretariado estão abertas até o dia 31 de julho e podem ser feitas na Catedral da Fé, localizada à Av. Júlio de Castilhos, 607, centro de Porto Alegre, com a entrega de 1 quilo de alimento. Os cursos têm duração de 3 meses e as aulas são ministradas duas vezes por semana, atrevés de voluntários capacitados.

De acordo com o coordenador de cursos , Alex Mendes,  o trabalho surgiu há 3 anos e, somente no primeiro semestre do ano,  formou mais de 100 alunos. Um novo curso de informática voltado para a terceira idade foi inserido ao projeto e tem alcançado êxito entre os alunos.  Mendes, que também é professor dos idosos, se diz satisfeito em proporcionar a eles a inclusão digital. “A maioria chega sem nem saber ligar o computador. É surpreendente a capacidade de aprendizado deles. Ao final do curso, eles se sentem realizados. Eu tenho alunos que como forma de gratidão, me enviam e-mail quase todos os dias para mostrar a habilidade adquirida no curso”, comenta.

A aposentada de 74 anos, Doracy Dorneles, não deixou a idade impedi-la de aprender a mexer no computador. Ela conta que sempre teve vontade de navegar na internet, mas não sabia como fazê-lo, até que a filha lhe incentivou a se inscrever na oficina de informática. “ Eu não sabia nada, nem ligar um computador, mas depois que fiz o curso, aprendi bastante e hoje já não sou mais leiga em informática. Eu recomendo a todos os idosos que se empenhem e façam também, porque só não aprende quem não quer”,  afirma.

Para a voluntária que ministra cursos de informática aos adultos, Clea Borda, de 53 anos, experiências positivas como as da aposentada Doracy faz com que ela queira se dedicar cada vez mais ao projeto. Durante a semana ela cuida do comércio, mas quando chega sexta-feira, encerra o expediente mais cedo em função do compromisso que tem com os alunos. “Eu me organizo para que não ocorra atrasos e eu possa cumprir com as aulas”, explica. Clea conta que durante anos sempre desejou ajudar ao próximo de alguma forma, mas não sabia como. Quando foi convidada a dar aulas não imaginava que a ação proporcionaria a ela e aos alunos tamanho benefício. “Eu aprendo muito com cada turma e me sinto realizada com o sucesso profissional de cada um. Muitos deixam de depender dos outros colegas de trabalho para usar o computador e logo são promovidos. É muito bom poder participar destas conquistas”, explica.

Além deste projeto educacional, o grupo mantém também ações voltadas para os necessitados, como entregas de donativos às comunidades carentes; apoio jurídico e estético; e visita aos moradores de rua com doação de cobertores e sopas. De acordo com a coordenadora estadual do A Gente da Comunidade, Lurdes Valim, o tendência é que o trabalho aumente e se estenda ao maior número de pessoas, proporcionando evangelização e inclusão. “Nosso objetivo é proporcionar a capacitação profissional a todos e também levar a Palavra de Deus àqueles que não conhecem o senhor Jesus, pois temos alunos de diversos credos religiosos que participam dos cursos e acabam se convertendo. Além disso, muitos se superam e descobrem talentos que até então estavam escondidos”, conclui.

Recentemente, as ações do grupo foram reconhecidas em uma cerimônia realizada na Assembléia Legislativa de Porto Alegre pelo deputado Carlos Gomes (PRB). Ele homenageou o trabalho dos voluntários no estado e elogiou a atuação da Igreja Universal do Reino de Deus em projetos sociais. “A Igreja Universal não só se consolida em nosso estado, como exemplo de auxílio espiritual entre milhares de gaúchos, como também plantou aqui seus projetos sociais”. Ele também fez questão de ressaltar o apoio oferecido pela equipe da Igreja durante a “Campanha do Agasalho” da Assembleia Legislativa em 2007, em que foram arrecadados toneladas de alimentos e roupas para doação às famílias gaúchas necessitadas.


Nascendo de novo


"Nascer de Deus é ter mente e coração limpos pela água purificadora"

O que é, enfim, nascer de novo? É nascer de Deus. Isto implica em não nascer do pastor ou da amizade por ele. Também não é simplesmente gostar da igreja, nem é dar o dízimo. Conheço muita gente que nasceu da amizade com o pastor, por admirar muito a sua maneira de falar e a sua fé. Quando o pastor foi transferido para outro lugar, e até outro país, as pessoas se desanimaram e saíram da igreja, esfriando na fé.

Nascer de Deus é nascer da Sua Palavra; é ter mente e coração limpos e transformados pela água purificadora. É morrer para as coisas do mundo, para as fantasias e ilusões que ele nos apresenta. A pessoa que nasceu novamente não segue as fábulas doutrinárias de pessoas ou grupos, mas vive conforme a Palavra de Deus, que diz: “Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” (Mateus 6.33) Lemos ainda nas Sagradas Escrituras: “Toda boa dádiva e todo dom perfeito são lá do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não pode existir variação ou sombra de mudança. Pois, segundo o seu querer, ele nos gerou pela palavra da verdade, para que fôssemos como que primícias das suas criaturas.” (Tiago 1:17-18)

“Então, aspergirei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundícias e de todos os vossos ídolos vos purificarei. Dar-vos-ei coração novo e porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei coração de carne. Porei dentro de vós o meu Espírito e farei que andeis nos meus estatutos, guardeis os meus juízos e os observeis. Habitareis na terra que eu dei a vossos pais; vós sereis o meu povo, e eu serei o vosso Deus.” (Ezequiel 36.25-28)

Retirado do livro “Estudos Bíblicos”, do bispo Macedo

terça-feira, 27 de julho de 2010

"Dia D" na Argentina


Mais de 130 mil pessoas participaram do evento


Domingo (25), Estádio de Futebol Racing Club de Avellaneda, Buenos Aires, Argentina. A temperatura abaixo dos 5°C, acompanhada de fina chuva, não foi capaz de impedir a presença de mais de 130 mil pessoas no “Dia D” argentino, um dos maiores eventos organizados pela Igreja Universal do Reino de Deus na história do país.

Desde as 6 horas da manhã, caravanas de todas as partes da Argentina começaram a chegar. O evento, que começou às 11 da manhã, iniciou seu aquecimento espiritual com apresentação de vários cantores da terra. A todo o momento, multidões, carregando suas faixas, chegavam não para uma final de competição de futebol, mas para o grande dia da decisão em suas vidas. As vias de acesso, escadas e arredores do estádio, com capacidade para um pouco mais de 60 mil pessoas, faziam o papel de anfitriãs, para acomodar quem chegava e não se importava em enfrentar as dificuldades nem em ficar longe do grande palco armado no gramado.

O povo cantava e louvava a Deus até a chegada do bispo Romualdo Panceiro – responsável pelos trabalhos evangelísticos no país. Cruzando o gramado, ele foi em direção à cruz e, ao pé dela, reuniu-se com outros pastores e bispos, realizando um forte clamor em prol de todos os milhares de presentes. "Algumas dessas pessoas são afligidas por problemas familiares, insônia ou depressão; alguns até morrem por ter pensado há muito tempo que a vida é cruel com eles, por terem uma vida de tragédias, e é por isso que nos reunimos aqui. E nós pedimos – lhe pedimos, ó Deus – para consagrar este estádio, de modo que quando as pessoas colocarem os pés aqui, sejam, em Seu Nome, curadas, e tenham suas famílias reconstruídas”, clamou o bispo.

Cura, libertação, prosperidade e, principalmente, salvação das famílias e mudança de vida, foram os pedidos feitos a Deus em favor de todos. Em seguida, muitos levantaram suas mãos confirmando as curas instantâneas recebidas na hora da oração.

O bispo Romualdo declarou: “A Bíblia diz: ‘E, descendo com eles, parou numa planura onde se encontravam muitos discípulos seus e grande multidão do povo, de toda a Judéia, de Jerusalém e do litoral de Siro e de Sidom, que vieram para o ouvirem e serem curados de suas enfermidades; também os atormentados por espíritos imundos eram curados.’ (Lc 6:17, 18)” O bispo explicou ainda: “Jesus foi para um lugar onde havia uma multidão, como aqui, neste momento, e como lá, Ele também está presente aqui. Nós não podemos ver ou tocar, porque Ele é Espírito, mas quando há duas ou mais pessoas reunidas em Seu nome, Ele está presente; e nós estamos aqui em seu nome. E porque ele está aqui você tem a oportunidade de ter a sua vida transformada, porque Ele nunca pode dizer não para você. Nosso Deus é o Deus do `sim`”, afirmou. 

O novo nascimento foi o foco da pregação. O bispo explicou que quem passa por essa experiência espiritual vence todos os problemas e consegue manter-se sempre firme na fé. "O milagre da cura de uma doença é muito importante, embora pequena. É desagradável sentir dor; não conseguia dormir à noite. Quando uma pessoa é liberta, fica feliz. Tenho a certeza que muitos de vocês vão prosperar, porque as portas foram abertas esta manhã. Mas você tem que saber que o milagre mais importante na vida de uma pessoa – que nem eu, nem uma religião pode fazer –, é o milagre que pode ser feito pelo Espírito Santo, é o milagre do novo nascimento. Ninguém pode fazer esse milagre, que é a transformação interior de uma pessoa; é ter o caráter do Senhor Jesus, onde ela é capaz de mostrar o Senhor Jesus, porque houve uma transformação em seu coração”, finalizou.

Bispo Macedo na Bahia


Na reunião, o bispo motivou os presentes a refletirem sobre a fé


Os participantes da reunião de domingo (25) no Templo Maior da Igreja Universal em Salvador tiveram uma agradável surpresa. O bispo Edir Macedo ministrou a Concentração de Fé e Milagres, às 9h30, e motivou os mais de 11 mil baianos presentes a refletirem sobre a fé e os sentimentos. A última vez que o bispo havia estado na capital baiana foi em setembro de 2007, durante o evento "Família ao Pé da Cruz", que reuniu mais de 700 mil pessoas, no Centro Administrativo da Bahia.

O salão principal do templo, que fica à Avenida Antonio Carlos Magalhães, ficou lotado, assim como o auditório de reuniões. Um telão precisou ser colocado no estacionamento externo da igreja (foto abaixo), para garantir que aqueles que não conseguiram entrar participassem do encontro.

Os milhares de baianos assistiram atentos às mensagens transmitidas pelo bispo Macedo. No início do encontro, ele realizou uma oração de agradecimento a Jesus Cristo e foi acompanhado pela multidão. Em seguida, todos entoaram hinos de louvor, como forma de preparação para a análise dos ensinamentos bíblicos. 

O bispo chamou a atenção para um fato que leva muitos cristãos a desanimarem na fé que depositam em Jesus Cristo. "Isto acontece porque eles veem a fé como um sentimento, e é um erro. Pois, a vida pela fé nada tem a ver com as emoções do coração. A fé é uma certeza. Por exemplo, eu tenho certeza de que Deus está aqui, não preciso sentir alguma coisa para saber disso. Ele não só está em nosso meio, como está restaurando a vida de todos os que creem", disse.

Diante de olhares atentos, explicou ainda, que assim como a maioria das decisões cotidianas precisa ser tomada racionalmente, a fé deve ser praticada com lucidez.   "Se a pessoa mistura fé e sentimento, não suporta e `cai`. Quando a pessoa anda pela fé, ela anda em equilíbrio. Se sabe que algo é errado, não vai praticá-lo. Quando não anda pela fé, não tem firmeza e segurança. É justamente nesse ponto que o diabo se aproveita. O coração é cheio de sentimentos corruptos. Às vezes, a pessoa quer perdoar, como ensinou Jesus, mas o coração não deixa. Existe um conflito entre a fé e os sentimentos. A mente é a fé e os sentimentos são do coração", completou ele.

Antes de encerrar a reflexão, o bispo ensinou que o Espírito Santo é capaz de fortalecer o ser humano, dando a ele capacidade para viver pela fé: "O Espírito Santo é quem nos guarda, no sorienta e nos dá direção. Ele é quem nos mostra como devemos nos comportar diante da sociedade e também de Deus." Em seguida, convidou a todos a buscarem o Espírito Santo para suas vidas, em oração.

Durante o encontro, o bispo Macedo também falou sobre a réplica do Templo de Salomão, que a Igreja Universal vai construir em São Paulo, e explicou o significado da obra para o mundo cristão de uma maneira geral.

Não foi difícil ver a alegria no rosto de quem participou da reunião. As irmãs Rosemeire Cerqueira, de 25 anos, e Michele Cerqueira, de 29, (foto ao lado) afirmaram que valeu muito o esforço para estar ali. As duas cresceram num lar abençoado, porque os pais receberam a restauração da família por meio da fé.

"Certamente, não foi mais uma reunião. A nossa fé foi renovada, sabemos do valor dela pelo testemunho de nossos pais, e ouvir o bispo Macedo falar sobre o assunto aqui em nossa terra é motivo de grande alegria", disse Rosemeire.



Telma Bacelar Cerqueira, de 29 anos, cabeleireira, que participou da concentração ao lado do marido, Alexnaldo da Silva Cerqueira, de 34, comerciário, também ressaltou a questão da renovação espiritual. "Os encontros de domingo nos proporcionam fortalecimento espiritual, nos preparam para enfrentar as dificuldades do dia a dia. Mas este foi muito especial. Aprendi ainda mais que estou no caminho certo para alcançar meus objetivos", disse Telma.

"Eu que, mesmo na Igreja, cheguei a pensar em desistir da vida, sei muito bem o quanto dependemos do Espírito Santo e de viver pela fé. Estou muito feliz mesmo de ter participado deste culto e de ter a chance de ouvir essas palavras que foram como bálsamo para a minha alma", finalizou Alexnaldo.

Terapia do amor realiza sonhos


Solteiros e casados comparecem à reunião em busca da felicidade


De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de divórcios cresceu entre os anos de 2005 e 2006, principalmente na região Norte do Brasil. Entretanto, apesar da informação divulgada, muitas pessoas desejam constituir a própria família e, dessa forma, alcançar a felicidade sentimental. 

A fim de diminuir esta estatística alarmante, acontece todos os sábados na Igreja Universal do Reino de Deus a Terapia do Amor. O objetivo da reunião é ensinar casais e solteiros a conquistar uma vida sentimental plena.

Na Catedral da Fé, em Goiânia, por exemplo, o encontro é realizado pelo pastor Cristian Tavares, que por meio da Sagrada Escritura, ensina que Deus deve estar em primeiro lugar na vida das pessoas, para que em seguida seja alcançada a plenitude nas outras áreas da vida, inclusive na sentimental. “Muitas pessoas são felizes no trabalho e financeiramente, mas, no campo afetivo, estão infelizes e buscam a cura do coração”, diz o pastor.

Os testemunhos de vidas transformadas por Deus são frequentes. Como é o caso do casal Lucy Alves de Deus Inácio, 47 anos, e Airton Inácio, 53. Ela conta que sofreu muitas decepções até encontrá-lo. “Eu vim de um casamento desestruturado que me machucou muito. Mesmo assim queria ser feliz e fiquei noiva de um rapaz, mas faltando cinco dias para me casar descobri que ele havia noivado com cinco mulheres e que não se casou com nenhuma. Então resolvi terminar o noivado”, lembra. Arrasada por mais uma decepção amorosa, começou a fazer a terapia do amor, e após 10 meses de oração e perseverança encontrou sua metade e já está casada há 4 anos. “Quando existe um sonho e corremos atrás dele, e se ouvirmos a voz de Deus e acreditarmos, esse sonho se realiza”, conclui.

A Terapia do Amor acontece todos os sábados às 15 horas e 19 horas, em todas as catedrais do País. Participe você também e encontre a felicidade.





quinta-feira, 22 de julho de 2010

DOMINGO ESPECIAL NA IURD AFOGADOS A PRIMEIRA DE PERNAMBUCO


No dia 18/07/10 uma grande concentração de fé foi realizada recentemente na Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) de Afogados, em Recife, Pernambuco. Nesta reunião, ministrada pelo pastor Rogério Serra, foram realizados clamores pela união e salvação da família, além da cura do corpo e da alma dos enfermos. 

Muitas pessoas compareceram pela primeira vez à IURD e tiveram a oportunidade de conhecer o plano da salvação de Deus para os homens.

As reuniões em Afogados acontecem de segunda a sexta-feira, às 7h, 10h, 12h, 15h e 19h; aos sábados, às 7h e 12h; e aos domingos, às 7h, 9h30 e 18h. 

A Igreja Universal de Afogados está localizada no Largo da Paz, 267.





quarta-feira, 21 de julho de 2010

Bispo Macedo realiza reunião especial no Rio de Janeiro



Ele falou a respeito das bênçãos condicionadas à obediência


Em viagem missionária ao Brasil, o bispo Edir Macedo realizou uma reunião especial, neste domingo (18), na Catedral Mundial da Fé, em Del Castilho, zona norte do Rio de Janeiro. Mais de 12 mil pessoas participaram do encontro.

Na pregação, o bispo falou acerca dos benefícios da obediência às Escrituras Sagradas. Para exemplificar, citou a passagem em que Deus responde a Salomão: “Se andares perante mim como andou Davi, teu pai, com integridade de coração e com sinceridade, para fazeres segundo tudo o que te mandei e guardardes os meus estatutos e os meus juízos, então, confirmarei o trono de teu reino sobre Israel...” (1 Reis 9. 4)

“Veja que Deus coloca uma condição para abençoar Salomão. Deus condiciona a Sua presença em nossas vidas mediante as nossas atitudes. Se elas forem corretas, então Ele garante o cumprimento das Promessas. Se as nossas atitudes forem incorretas, então Ele não cumpre as Suas Promessas em nossas vidas. É assim que funciona o relacionamento entre nós e Deus. Ninguém pode mudar isso”, explicou.


O bispo Macedo pediu a união de todas as pessoas para a construção do Templo de Salomão, em São Paulo. Ele fez questão de ressaltar que a obra trará um grande avivamento à Igreja em todo o Brasil. “Vamos precisar de um esforço maior do que foi feito para a construção dessa catedral (Mundial da Fé, no Rio de Janeiro). Esse sonho foi colocado por Deus numa conversa com bispos quando estávamos em viagem ao Monte Sinai (durante a Fogueira Santa)”, lembra.

O bispo acrescentou que, como não é possível transportar o Monte Sinai para o Brasil, então o Templo de Salomão irá representá-lo. “Ele será o Monte Sinai do povo brasileiro. Na Bíblia, você pode ver sua descrição, mas outra coisa é ver, tocar, participar da construção. O Templo de Salomão será para todos os povos. As pessoas ao passarem diante dele vão sentir algo diferente, vidas serão transformadas, porque é o templo em que Deus desceu e falou: ‘Os meus ouvidos estarão atentos às orações que se fizerem neste lugar’”, finalizou.

Veja galeria de fotos da reunião.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Força Jovem Rio promove integração digital


Equipe do site "Juventude On-Line" explicou como usar a internet de forma correta e consciente


Visando contribuir com a inclusão digital e orientar os jovens acerca do uso da internet de uma forma correta e consciente, o Força Jovem do Rio de Janeiro (RJ) idealizou o projeto chamado “Caravana Digital Day”, em que palestrantes e profissionais vão até as cidades cariocas levando orientações e ensinamentos sobre a web e as plataformas digitais.

Recentemente, a equipe responsável pelo site “Juventude On-Line” (JOL), composta por profissionais de web, foi à cidade de Cabo Frio (RJ) oferecer suporte tecnológico aos jovens das regiões dos lagos e usou o site como modelo para explicações.

O evento teve início com uma curta apresentação teatral, que mostrou a dificuldade de uma pessoa cega caminhar quando é guiada por outra também cega. A metáfora trouxe à tona o problema de muitos que, por se relacionar com desconhecidos pela internet, acabam se prejudicando.

Para o coordenador do projeto, Alexander Neves, as orientações que os jovens recebem são fundamentais, tanto para o êxito na vida espiritual como também para a profissional. “O Força Jovem é a saída para esses jovens, e por isso estamos aqui, para realizar esta Obra na Força Jovem de Cabo Frio”, disse Neves.

O primeiro a dar orientações foi Alexandre Fernandes, webdesigner e membro da equipe que coordena a interação digital do grupo em redes sociais, blogs e no microblog Twitter. Ele informou sobre as múltiplas formas e meios de comunicação  já criadas via web, e deu exemplos de bom uso da rede para a divulgação de causas e ideologias. “É o caso do presidente norte-americano Barack Obama. Ele revolucionou a maneira de se fazer política nos Estados Unidos a partir do uso da internet em sua campanha”, afirmou.

O palestrante seguinte foi o webdesigner Júlio Fernandes, que apresentou alguns de seus trabalhos realizados em blogs e sites do JOL e também aconselhou à respeito da área de atuação do profissional em designer: “Existem muitas áreas em que você pode trabalhar hoje, como designer de impressos, de conteúdo on-line e até mesmo na indústria, como designer de embalagens. A procura por profissionais dessa área cresce a cada dia.”

A responsável pelo design do conteúdo feminino do site, Silvianne Martins, conhecida como Sil Martins, está há mais de 2 anos no JOL. Ela explicou a importância da auto-valorização feminina em todos os ambientes. Também deu pequenas dicas de roupas e maquiagem para que as mulheres destaquem o visual, sem apelar aos excessos.

Um assunto polêmico foi abordado durante o evento: os games que apresentam crimes, drogas e a morte como solução para os problemas dos jovens. Os jovens ficaram atentos aos exemplos dados pela equipe, que falou acerca de games em que o personagem tem como objetivo ascender na vida criminosa e onde, para alcançar pontos, é preciso roubar, matar, violentar, além de cuidar de um cartel de drogas e prostituição, entre outros crimes. 

Para finalizar, o pastor Renato Nascimento, responsável pela Força Jovem de Cabo Frio, realizou uma oração pela equipe JOL e por todos os presentes.

A agenda da “Caravana Digital Day” não para. O próximo destino será a cidade serrana de Petrópolis (RJ). Com entrada gratuita, o evento acontecerá no sábado, dia 24 de julho, às 15h, à Rua do Imperador, 91, no Centro de Petrópolis.


sexta-feira, 16 de julho de 2010

Projeto do Templo da IURD


Igreja Universal do Reino de Deus construirá réplica do Templo de Salomão, com pedras trazidas de Israel


A Bíblia explica que o rei Davi, durante o seu reinado, decidiu construir um templo para a habitação de Deus, pois não aceitava o fato de ele, um mortal, morar em um palácio rodeado por riqueza e conforto enquanto a arca do Senhor ficava em tendas e tabernáculos. Porém, o Senhor, por meio do profeta Natã, o advertiu dizendo que a construção não deveria ser feita por ele, mas por seu sucessor, o Rei Salomão. Davi, antes de deixar o trono para seu filho, ajuntou as reservas do reino – 100 mil talentos de ouro e 1 milhão de talentos de prata mais o seu tesouro particular, 3 mil talentos de ouro e 7 mil talentos de prata refinada – e  ofereceu para a construção da casa do Senhor. Sendo que um talento de ouro equivale a 36 quilos de ouro e um talento de prata equivale a 36 quilos de prata. Portanto, o rei Davi doou um total de 360 mil quilos de ouro e prata, que correspondem a um valor superior a 10 bilhões de reais.
Após 7 anos de obras, o templo foi erguido pelo rei Salomão, e usado por anos pelo povo como lugar de culto e de entrega de sacrifícios ao Senhor.
Mesmo sendo tão glorioso e imponente, no ano 587 antes de Cristo, os babilônios tomaram Jerusalém e reduziram a cinzas o grande Templo. Décadas depois, foi feita a reconstrução no mesmo local do Segundo Templo, o qual também foi destruído. Hoje, a única parte erguida que restou da construção é o Muro das Lamentações, considerado por milhares de judeus e cristãos de todo o mundo como sagrado.
Para os judeus, ainda há esperança de que o Terceiro Templo seja construído, para que o Messias reine com eles. Porém, para que isso aconteça, eles terão que contar com alguma catástrofe natural ou mudanças governamentais que retirem do local a Mesquita de Omar, construção feita pelos seguidores do Islamismo.
Com bases nas orientações bíblicas, a Igreja Universal do Reino de Deus construirá a réplica do Templo de Salomão, aqui no Brasil, na cidade de São Paulo (SP). Será uma mega igreja, com 126 metros de comprimento e 104 metros de largura, dimensões que superam as de um campo de futebol oficial e as do maior templo da Igreja Católica da cidade de São Paulo, a Catedral da Sé. São mais de 70 mil metros quadrados de área construída num quarteirão inteiro de 28 mil metros. A altura de 55 metros corresponde a de um prédio de 18 andares, quase duas vezes a altura da estátua do Cristo Redentor. Com previsão de entrega para daqui a 4 anos, a obra será um marco na história da Igreja Universal do Reino de Deus.
O complexo também contará com 36 Escolas Bíblicas com capacidade para comportar aproximadamente 1,3 mil crianças, estúdios de tevê e rádio, um auditório para 500 pessoas, além de um estacionamento para mais de mil carros.
Projetado para causar o menor impacto possível ao meio ambiente, o templo será construído com materiais reciclados e regionais de alta tecnologia, que proporcionarão o uso racional da energia, possibilitando a reutilização de água e calor.
Na área externa será feito um memorial com 250 metros quadrados que poderá ser usado como um espaço para exposições e eventos. A ideia seria contar ali não só a história da Igreja, mas também explicar um pouco do funcionamento do templo como obra de engenharia.
De acordo com o arquiteto e autor do projeto, Rogério Silva de Araújo, o empreendimento é arrojado e emprega tecnologia de ponta, para que quando as pessoas entrem no local, viajem pelo tempo e sintam-se como se estivessem no primeiro templo construído por Salomão. “Começando pela fachada, passando pelo átrio e chegando internamente na nave, criamos uma visão de maneira a remeter as pessoas ao  passado. Para tanto, estamos nos valendo de toda tecnologia de ponta associada ao bom senso na arquitetura de maneira a não criar este choque de épocas”, diz Araújo.
Ainda dentro da Igreja, uma arca representando a Arca da Aliança será colocada sobre o altar com o objetivo de proporcionar um efeito tridimensional, que, quando aberta, poderá ser observada totalmente em seu interior e também refletirá no batistério, criando a sensação, durante o batismo, de que a pessoa estará se batizando dentro da Arca. Na face frontal do altar serão aplicadas doze pedras representando as doze tribos de Israel, e todo o altar será ladeado por duas colunas diferenciadas chamadas Joaquim e Boaz, nomes também citados na Bíblia. A Igreja será no Brás (zona leste da capital paulista) e terá capacidade para mais de 10 mil pessoas sentadas.
De acordo com o bispo Edir Macedo, o local não será de ouro, mas as riquezas de detalhes empregados em cada parte do templo serão muito parecidas com os do antigo santuário. “Nós encomendamos o mesmo modelo de pedras de Jerusalém que foram usadas por Salomão, pois vamos revestir as paredes do templo com elas. Nós queremos que as pessoas tenham um lugar bonito para buscar a Deus e também a oportunidade de tocar nessas pedras e fazer orações nelas.”, comentou o bispo durante reunião realizada em São Paulo. Ele acredita que a visitação ao Templo não se limitará somente aos fieis da IURD, mas se tornará um ponto turístico e cultural, que atrairá pessoas do mundo todo.
Para o presidente da Juventude Judaica Organizada, Persio Bider, a iniciativa poderá promover um melhor entendimento ao povo brasileiro não judaico a respeito de Israel e dos judeus, eliminando preconceitos e o antissemitismo, ainda presente na sociedade. “Somente por meio do conhecimento mútuo poderemos erradicar qualquer tipo de preconceito ou discriminação por parte de ambos e, assim, trabalharmos juntos no que temos de semelhanças e nos respeitarmos no que pensamos e acreditamos de diferente. Temos muito em comum e precisamos nos unir para que seja possível trabalharmos ativamente em uma sociedade mais justa, positiva e focada em uma coexistência e inter-religiosidade plena, razão pela qual acredito ser muito interessante a iniciativa do bispo Macedo, que entendo amar muito a Terra de Israel e o povo judeu”, afirma Bider.
Por Cinthia Meibach
Publicado por: Bispo Edir Macedo


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS POPULARES

LISTA DE BLOGS

ARQUIVO DO BLOG