quarta-feira, 30 de junho de 2010

EU RECOMENDO O BLOG DO BISPO OSSESIO SILVA



POR FAVOR ACESSA E DEIXE SEU COMENTÁRIO NO BLOG DO BISPO OSSESIO SILVA  

http://bpossesiosilva.blogspot.com/

 

IURD EM PERNAMBUCO NÃO PARA DE DOAR AOS MUNICÍPIOS DEVASTADOS PELAS CHUVAS


Igreja Universal de Belo Jardim/PE repassa doação de 1/2 tonelada de alimentos recolhidos pelos membros,obreiros e jovens para serem entregues as vítimas das enchentes no Estado. Além dos alimentos, foram doados grande quantidade de roupas e calçados doados também pela população da cidade que também tiveram percas com as chuvas (2 vítimas afogadas). Em Recife o empresário Geremias Cavalcanti (FRUTIVER Ltda.) doa ao Agente da Comunidade cerca de 7 toneladas de frutas (bananas e mamões) para serem doados as vítimas das enchentes.

Sensibilizado, seu Geremias relembrou o drama que sofreu quando a cidade do Recife sofreu com as chuvas em 1975 e de como foi difícil recomeçar quando houve problemas em uma barragem o que agravou a situação vivida na época.

A FRUTIVER Ltda, fica na CEASA - Galpão 3.2 - Ljs. 15 a 22 - Recife/PE Rod. BR 101 Sul - Km 70 Tel (81)3071-3554 e (81)9655-7502. A FRUTIVER é conhecida pela excelente qualidade de suas bananas.

Já se tem uma grande quantidade de roupas, precisa-se de alimentos não perecíveis, leite em pó, água potável, material de limpeza e higiene, material descartável - copos, pratos e talhares. Há uma grande quantidade de roupas nas instituições e dificuldades dos voluntários em selecioná-las devido aos espaços indisponíveis nos locais de distribuição, uma vez que boa parte da população atingida pelas águas estão em abrigos improvisados e o acesso a estes locais é precário, como se vê nas fotos.

O pastor José da Guia - coordenador do AGENTE DA COMUNIDADE - braço social da Universal agradece a todos pelo esforço e solidariedade em atenção as vítimas das enchentes. E pede a todos que desejam a ajudar, a levarem sua doações de alimentos a uma de nossas Igrejas Universal do Reino de Deus (IURD) mais próxima de sua residência. Caso precise e tenha grandes quantidades de alimentos ou material descartável solicite-nos, e dentro do possível providenciaremos o recolhimento - (81)9302-2456. O pastor agradece a toda família Universal e todos os nossos parceiros pela dedicação. OBS: (As ações - 24 a 26 de Jun 2010 - Locais: Belo Jardim, Recife e Barreiros).



FONTE : http://agcomunidade.blogspot.com/

 

Bispo e pastores da Igreja Universal visitam municípios alagoanos devastados pelas chuvas


Na bagagem, donativos, palavras de conforto e fé

O sol brilhou, mesmo que tímido, em Maceió, capital de Alagoas, no sábado último (26). Pastores da Igreja Universal do Reino de Deus, sob o comando do bispo Sérgio Correa - responsável pelo trabalho evangelístico da IURD em Alagoas –, e voluntários da Força Jovem e do A Gente da Comunidade aproveitaram o tempo aberto para encher um caminhão com roupas, alimentos, água potável e outros mantimentos e se dirigiram a Murici (a 44 quilômetros de Maceió), um dos 28 municípios do estado destruídos pelas fortes chuvas que atingem a região Nordeste desde 18 de junho.

O rompimento da barragem de Bom Conselho (PE) fez o Rio Mundaú transbordar, e as águas arrastaram o único cartório da cidade, escolas, casas, estabelecimentos comerciais, veículos, animais, sonhos e vidas. Sofrimento que, de acordo com o bispo Sérgio, deve fazer parte apenas de um passado triste. “O tempo agora é de reconstrução. Deus nos deu dois olhos e os colocou na frente da nossa face. Não podemos ficar olhando para trás. Temos que seguir em frente, lutar com fé e determinação”, destacava ele, enquanto caminhava até o Ginásio Poliesportivo Olavo Calheiros, local que serve de abrigo para 300 famílias.

Separadas por lençóis, as famílias dividem as doações, os dois banheiros, a luta contra a falta de água, o sofrimento das crianças resfriadas e com feridas pelo corpo e o desespero por não ver, após uma semana da tragédia, nenhum trabalho de reconstrução da cidade. Há dias em que, segundo as vítimas, a única alimentação é a sopa distribuída diariamente pela Defesa Civil Estadual. “Aqui, as maiores carências são de água potável, produtos de higiene pessoal, medicamentos e colchões”, avaliou o tenente-coronel Cristiano Pinto Sampaio, Comandante Geral do 59º Batalhão de Infantaria Motorizada (BIMtz).

A chegada do caminhão da IURD carregado de donativos provocou uma grande fila em frente ao ginásio da cidade. Eram homens, mulheres e crianças em busca de mantimentos e de uma palavra de fé. Algumas recebiam ajuda pela primeira vez desde a tragédia. “Perdi tudo o que tinha. Não sei o que fazer”, dizia, entre lágrimas, Cícero da Silva, emocionado ao receber uma cesta básica. Uma emoção compartilhada com Geane Silva, mãe de três filhos e grávida de 9 meses. “Estou muito feliz. Parece que a esperança se renova”, confessou.

Para o bispo, esse é também o papel da Igreja. “Unidos pela fé e pelo amor que está dentro da Igreja Universal, viemos aqui ajudar as pessoas que estão sofrendo, chorando. Ao mesmo tempo reforçamos nosso apelo para que todos, independentemente de religião, procurem uma Igreja Universal e façam suas doações. No próximo sábado estaremos em União dos Palmares, levando os donativos diretamente nas mãos de quem precisa”, antecipou.

Reunião com os Obreiros e Pastores – 25/06/2010 – Parte 02





Publicado por Bispo Edir Macedo

terça-feira, 29 de junho de 2010

Kaká reafirma sua fé, em filme


Astro da Seleção Brasileira de Futebol lança vídeo falando de sua crença em Jesus Cristo e da necessidade de uma liderança

O meio-campo da Seleção Brasileira de Futebol, Kaká, lançou, no último domingo (27), um filme em DVD intitulado “Este é o ritmo do meu jogo”, produzido e estrelado por ele mesmo, no qual reafirma sua fé como cristão. O material será distribuído gratuitamente para 1 milhão de pessoas das mais diversas raças que ainda assistem à Copa do Mundo.

No trailer da película, é possível ver o jogador do Real Madrid falando da saudade que sente do Brasil, sobre a possibilidade de realizar sonhos e, sobretudo, de sua fé. “Acredite em Deus”, pede Kaká, acrescentando que em sua caminhada espiritual decidiu ser um seguidor de Jesus Cristo.

O camisa 10 da Seleção chama a atenção para o fato de as pessoas terem necessidade de uma liderança, que as mostre o caminho certo para seguir. "Eu creio que Deus tem um propósito para a vida de cada um de nós. E acredito que o meu é pelo esporte, pelo futebol, levando o nome de Jesus Cristo", diz.

A orientação religiosa do jogador, eleito o melhor do mundo em 2007, pela Federação Internacional de Futebol (Fifa), virou motivo de discussão, recentemente. Um artigo escrito pelo colunista Juca Kfouri, do jornal Folha de S. Paulo, no qual o jornalista especulava sobre a lesão do craque da seleção, teria sido o motivo da polêmica. “Kaká desmentirá, assim como o médico da Seleção Brasileira. Mas o fato é que ele está sofrendo para jogar esta Copa do Mundo e pode, como Guga (o maior tenista brasileiro), até encerrar sua bela trajetória no futebol muito mais rapidamente do que gostaria”, dizia um trecho do texto.

Em uma entrevista coletiva, o jogador disse que tais declarações do jornalista eram motivadas por razões pessoais e preconceito religioso. Horas depois, Kfouri chegou a fazer alguns comentários sobre o assunto em seu blog, reafirmando sua posição contrária à conduta de Kaká. “Critico sim o merchandising religioso que ele e outros jogadores da seleção costumam fazer, tentando nos enfiar suas crenças goela abaixo... Para quem não tem nada no púbis, como alegou, por que cogitar tal hipótese (de fazer uma cirurgia depois da Copa do Mundo)? Talvez só Deus saiba. Como não acredito nele…”, escreveu.

IURD atua no sistema prisional


Além do trabalho de evangelização, familiares dos presos recebem orientação jurídica gratuitamente

De acordo com dados da Internacional Center for Prison Studies (Centro Internacional de Estudos Penitenciários), o Brasil fica em quarto lugar no ranking dos países com a maior população prisional, somente atrás dos Estados Unidos, China e Rússia. O último levantamento, feito este ano pelo Departamento Penitenciário Nacional do Ministério da Justiça, mostra que há 419.551 presos no País.

Preocupada com essa população, a Igreja Universal desenvolve um trabalho de ajuda espiritual, moral e social, há 19 anos, em presídios e delegacias de vários estados brasileiros. Como resultado, mudanças de comportamento significativas aconteceram entre os detentos.

No Rio de Janeiro, por exemplo, em presídios que antes apresentavam alto grau de rebeldia, o alarme não toca há alguns anos. Assim é o caso do presídio Muniz Sodré, que já foi considerado pela Organização das Nações Unidas (ONU) um dos piores do sistema prisional do estado, e hoje indica queda no índice de indisciplina e reincidência.

Para o diretor do Muniz Sodré, Gilson Nogueira, a evangelização dentro dos presídios e delegacias é de grande valia. Ele atribui à conversão ao Senhor Jesus como o principal motivo para que presos modifiquem seu comportamento.

Além do trabalho de evangelização, familiares dos presos recebem orientação jurídica gratuitamente. “Também são oferecidos cursos profissionalizantes, como o de material de limpeza e perfumaria. São realizados casamentos e é feita a distribuição de kits de higiene, livros e revistas. A IURD também colaborou para a construção de dois templos: um na penitenciária Talavera Bruce e outro no Instituto Penal Benjamim de Moraes Filho”, destaca o pastor Júlio Pinheiro, responsável pelo trabalho de evangelização no sistema prisional do Rio de Janeiro, que conta com 292 voluntários, entre obreiros e pastores, que realizam, semanalmente, reuniões em diversas unidades.

Em São Paulo, onde existem 144 presídios, a Igreja Universal conta com agentes religiosos em 50% deles. Na Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG) há 101 agentes religiosos, que atuam em 34 unidades prisionais. Este ano, 120 presos foram batizados.

Além da Região Sudeste, o trabalho já alcança outros estados brasileiros, como Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Brasília, Ceará, Cuiabá, Paraíba, Paraná, Goiás, Maranhão, Santa Catarina, Sergipe, Paraíba e Rio Grande do Sul.

Depoimento de um ex-detento

“Eu não vivia, eu vegetava”. A declaração é do ex-detento Adjones Silva Santos ao expressar sua realidade durante 9 anos detido no Complexo Presidiário de Aracaju, capital sergipana. Ele vivia no tráfico, humilhado, excluído da sociedade, longe da família e foi preso por envolvimento com drogas. “Era uma vida que eu não desejo para ninguém”, diz.

A história de vida de Adjones só mudou após ele dar ouvidos à Palavra de Deus, dentro do presídio. “Eu observava os pastores e percebi que eles falavam com sinceridade. Todo homem em si busca a sinceridade e não gosta de ser enganado, imagine dentro de um presídio?”, confessa ele, ao reconhecer que a conversão não foi fácil. “Graças a Deus consegui um emprego (numa empresa de informatização, construção e elétrica) e faço a diferença onde trabalho. Há pessoas até que me pedem emprego”, observa.

Reunião com os Obreiros e Pastores – 25/06/2010

O que caracteriza os servos de Deus é o enorme desejo de fazer a vontade do Senhor. Não há servo de Deus quando não há Senhor. Muitos O têm chamado de Senhor, Senhor, mas não fazem a Sua vontade. Nesse caso, ELES NÃO são servos e, consequentemente, o Salvador NÃO É Senhor deles. É como o apóstolo Paulo ensina: Se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dEle. Nem todos que professam a fé cristã são de Deus, mas somente aqueles que priorizam fazer a vontade de Deus.

Enquanto a vida do servo está no altar, sacrificando, sacrificando e sacrificando pela causa do seu Senhor, então sua brasa de fé jamais se apagará. Mas, se tiver fora do altar, sua chama se transformará em carvão. Infelizmente, é justamente isso o que mais tem acontecido no mundo “cristão”. Os carvões querem se aquecer, mas não querem abrir mão da sua vontade. Daí, a razão por que poucos são escolhidos.




Publicado por Bispo Edir Macedo



Os benefícios do azeite


Após unção, mulher foi curada de mioma

O azeite é um produto alimentar feito da azeitona, fruto das oliveiras. Por ser um alimento bastante antigo, foi muito utilizado por gregos, romanos e povos da Mesopotâmia, que o usavam como protetor para o frio e para enfrentar os inimigos nas batalhas, untando o corpo com o óleo.

Não há dúvidas dos benefícios que o azeite traz ao ser humano. Além de ser um saboroso tempero, este líquido reduz o mau colesterol, conhecido como LDL, reduzindo assim o risco de infarto e de acidente vascular cerebral (AVC). Já na Bíblia, por exemplo, o óleo era usado, entre outras coisas, para ungir os enfermos: “Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e estes façam oração sobre ele, ungindo-o com óleo, em nome do Senhor. E a oração da fé salvará o enfermo, e o Senhor o levantará...” (Tiago 5:14-15)

Diante disto, na manhã de domingo (20), a Igreja Universal do Reino de Deus em Minas Gerais realizou, na Terapia da Família, a unção com o óleo trazido do Monte Sinai. Milhares de pessoas, além de serem ungidas, receberam orações de fé por parte do responsável pelo trabalho evangelístico da IURD no estado, bispo Alfredo Paulo.

E foi na certeza da cura que Ângela Maria Santos, de 49 anos (à esquerda), recebeu a unção em outra ocasião e provou do resultado de sua fé. Ela conta que sempre teve uma vida saudável, mas, no final do ano passado, sofreu uma profunda hemorragia e ficou 48 horas em observação no hospital. “Após os exames, foi comprovada a existência de um grande mioma e eu teria de tirar o útero. Fui encaminhada para o posto de saúde do meu bairro e de lá direcionada para a central de leitos, onde eu seria operada após algum tempo”, recorda.

Ângela afirma que perdeu o emprego devido aos muitos atestados médicos que apresentava aos seus patrões. O sangramento continuava e, bastante debilitada, decidiu comparecer à IURD, onde procurou uma obreira para receber uma oração e a unção com óleo. Após a oração, ela diz que o sangue estancou e, mesmo com a data da cirurgia marcada, continuou fazendo as campanhas de fé na Igreja, crendo na cura.

“Certa noite, durante a oração do pastor, senti uma dor muito forte no meu útero, que sangrou. Fui para o hospital, onde os médicos constataram que o mioma estava “solto” e deram início à cirurgia. Após 7 minutos que eu tomei a anestesia, ouvi os médicos afirmarem que não entendiam o que estava acontecendo: o próprio organismo expeliu o mioma e o meu útero não seria mais retirado. Eu estava curada. Segundo os médicos, seis entre dez mulheres que enfrentam o mesmo problema têm a necessidade da retirada do útero. No meu caso, Deus me curou”, testemunha.

O Templo Maior da Fé em Belo Horizonte (MG) fica localizado à Avenida Olegário Maciel, 1.329, bairro de Lourdes.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Momentos e Emoções


Em visita à exposição de fotografias “Momentos e Emoções” no Centro Cultural Jerusalém (CCJ), na Zona Norte do Rio, o cônsul honorário de Israel, Osias Wurman, comentou: “Ela retrata bem as várias fases por onde passou o Estado de Israel nesses 62 anos de vida”. Wurman esteve no local dia 21 de junho acompanhado do administrador do CCJ, pastor Marcos Bordalo e dos presidentes da Federação Israelita do Estado do Rio de Janeiro (Fierj), Léa Lozinnsky e do Museu Judaico do RJ, Max Nahmias, dentre outros. O evento, no CCJ até setembro, é patrocinado pela Embaixada de Israel e a Fundação Jacobi - que celebram as seis décadas de relações diplomáticas entre Brasil e Israel.

Os momentos entre os dois países são marcados por alegria, aproximação e pela paz, observa o cônsul de Israel. “Vejo aqui fotos lindas do Acordo de Paz que foi celebrado entre Israel e Egito em 1979 que vale até hoje. E com a Jordânia, a mesma coisa. Nosso grande sonho nesse ambiente aqui divino (do CCJ) é que um dia a liderança palestina também possa ser iluminada, como somos nós hoje da cultura judaico-cristã e que se aproxime da paz e que a gente possa voltar a Jerusalém com o coração aberto, abraçando irmãos que essa é a nossa filosofia. O Judaísmo e o Cristianismo, unidos, transformaram a vida como um objetivo maior da existência do ser humano”, conclui, Osias Wurman.

O CCJ é um ponto turístico oficial do Rio de Janeiro. Lá, na Av. Dom Hélder Câmara, 4242, em Del Castilho, os visitantes vivenciam experiências marcantes, através da exposição permanente da Réplica de Jerusalém da Época do Segundo Templo, e conhecem a história de um verdadeiro patrimônio da humanidade: a cidade de Jerusalém, em Israel.

A maquete de Jerusalém é a segunda existente no mundo. Ocupa 736,7 metros quadrados e recebe mensalmente, em média, 4000 pessoas. Grupos de excursão representam 50% da visitação, incluindo escolas, faculdades e grupos religiosos. No CCJ os visitantes também encontram outras exposições, eventos e atrações como a loja de souvenirs. O Centro funciona diariamente, das 9h às 18h. As visitas podem ser marcadas pelo site www.centroculturaljerusalem.com.br ou pelo telefone (21) 2582-0140. O ingresso custa R$ 10, com meia-entrada para estudantes e pessoas acima de 60 anos.

Veja galeria de fotos do CCJ

IURD realiza reunião especial para imigrantes africanos em São Paulo


Em inglês, eles recebem orientações e orações de fé

Imigrantes africanos, residentes no centro da cidade de São Paulo (SP), encontram na Igreja Universal do Reino de Deus o apoio de voluntários, que realizam semanalmente uma reunião de fé para eles.

O responsável e idealizador do trabalho é o pastor Genival Lira (foto abaixo, de roupa branca). Ele conta que, durante seu trabalho evangelístico no continente africano, enfrentou dificuldade por estar longe de seu país de origem, e quando retornou ao Brasil, há 2 anos, decidiu tomar essa iniciativa, a fim de oferecer uma hospitalidade e levar a Palavra de Deus à comunidade africana residente no País.

A reunião acontece uma vez por semana e é toda feita em inglês. Durante os encontros, os participantes recebem orientações acerca da Bíblia, orações e aconselhamentos. “Além de apoio espiritual, nós também damos um apoio moral, pois a pessoa que chega de fora, normalmente não conhece nada. A língua é diferente, a cultura também e quando eles encontram alguém que está disposto a ajudá-los, ainda mais na língua deles, eles se sentem acolhidos e à vontade”, comenta o pastor.

Ao chegar às proximidades da igreja em que acontece a reunião, o pastor é recebido com alegria pelos imigrantes, que correm na direção dele para encontrá-lo. Mas essa receptividade nem sempre foi assim. Ele lembra que, no começo do trabalho, eles desconfiavam da presença dele e dos voluntários por perto, pensando que eles fossem fazer algum mal à comunidade.

De acordo com o pastor, os principais problemas relatados pelos imigrantes africanos são as dificuldades para arrumar emprego com carteira assinada. Por causa disso, muitos recorrem ao trabalho informal, e por não conseguirem uma boa recompensa pelo serviço, acabam acumulando dívidas e vivendo na pobreza.

O nigeriano, Gubril Festus Momovu, de 33 anos, chegou ao Brasil há quase 3 anos, de forma ilegal. Sem o visto de permanência, ele não conseguia emprego e foi morar com colegas. Após participar das orações feitas durante a reunião, ele afirma que teve seus caminhos abertos. “Eu pedi com muita fé a liberação do meu visto de permanência e, graças a Deus, consegui. Foi uma resposta divina, pois alguns colegas que chegaram antes de mim lutam até hoje pela legalidade”, diz. Ele também começou a trabalhar como professor de inglês e hoje, com residência fixa, já não depende mais da ajuda dos companheiros. “Estou muito feliz. Aprendi a orar e a buscar a Deus com sinceridade de coração. Eu só tenho a agradecer a Deus e a todos que me receberam muito bem”, afirma.

A reunião acontece aos sábados às 17 horas na Rua dos Timbiras, 144, no centro da capital paulista.

Instrumento de independização


A independência dos Estados Unidos da América (comemorada em 4 de julho) se deu devido a um grito de basta. Não mais aceitavam ser dominados e explorados pelo Império Britânico que, entre outros males, extorquia as colônias americanas com recolhimento de taxas excessivas.

Note bem o parágrafo acima, da Declaração da Independência. A fé dos fundadores americanos foi a base para a sua independência. Eles criam que Deus nos criou iguais (ninguém é melhor que ninguém por nascimento), e que todos tem certos direitos dados por Deus de ter vida, liberdade, e de buscar a sua felicidade.

Daí, dessa fé, nasceu a nação que em menos de 200 anos se tornou a mais poderosa na face da terra. (Ironicamente, até então, o milenar Império Britânico era a maior potência mundial.)
A fé é instrumento de independização. Quando se crê puramente nos princípios da fé, se obtém os meios e o favor de Deus para se independizar.
Note, porém, que a independência pessoal está inextricavelmente ligada a dependência de Deus. Sem Mim nada podeis fazer. (João 15.5)
Quem depende de Deus não depende de mais ninguém.

sábado, 26 de junho de 2010

Campanha SOS Nordeste


As enchentes voltaram a provocar destruição, desta vez, no Nordeste. Somente em Alagoas, 26 municípios foram atingidos e muitos deles não existem mais; terão de ser reconstruídos. Já em Pernambuco, 54 cidades foram atingidas e arrasadas pelas fortes enxurradas. Pelo menos 30 delas estão em situação de emergência.

Diante disso, o “Instituto Ressoar” e a “Rede Record de Televisão” se uniram para ajudar as vítimas da tragédia. E se você quiser se juntar a esta equipe de solidariedade, contribua com qualquer quantia, diretamente nas agências do Banco Bradesco ou nos caixas automáticos, através da conta:

Banco Bradesco:
Agência: 922-9
Conta corrente: 5500-0

Abaixo estão os dados do Instituto Ressoar, caso queira fazer o depósito via DOC:

Instituto Record de Responsabilidade Social

CNPJ: 07.669.797/0001-63

Quem mora no exterior tem a opção de fazer transferências eletrônicas de até mil reais (R$ 1.000). E para outras formas de depósito você deve levar os dados da conta mais o código Swift do Bradesco no exterior:

Banco Bradesco – 237:
Agência: 0922-9
C/c: 5500-0

Instituto Record de Responsabilidade Social
CNPJ: 07.669.797/0001-63
código swift: BBDEBRSPSPO

Quem desejar doar colchonetes, roupas de cama e banho, material de higiene pessoal, fraldas, alimentos não perecíveis, leite em pó, roupas, sapatos, material de limpeza e água mineral, pode ser orientado pelo site da Defesa Civil sobre como encaminhar as doações. O endereço é www.defesacivil.gov.br 

Locais que estão recebendo doações:

Em Maceió, Alagoas:

Tabuleiro dos Martins

1º Grupamento de Bombeiros Militar (1º GBM): Rodovia 316, Km 14, próximo á Polícia Rodoviária Federal - (82) 3315-2900 / 3315-2905.

Grupamento de Socorros de Emergência (GSE): Conjunto Senador Rui Palmeira, S/Nº - (82) 3315-2400.

Pajuçara

Subgrupamento Independente Ambiental (SGIA): Avenida Dr. Antônio Gouveia, S/Nº, próximo ao Iate Clube Pajuçara - (82) 3315-9852.

Trapiche da Barra

Quartel do Comando Geral (QCG): Avenida Siqueira Campos, S/Nº, próximo à Pecuária - (82) 3315-2830.

Defesa Civil Estadual (CEDEC): Rua Lanevere Machado, 80, próximo à Pecuária - (82) 3315-2822 / 3315-2843.

Pontal
Grupamento de Salvamento Aquático (GSA): Avenida Assis Chateaubriand, S/Nº, próximo à Braskem - (82) 3315-2845.

No interior de Alagoas:

Maragogi

2º Grupamento de Bombeiros Militar: (82) 3296-2026 / 3296-2270.

Penedo

6º Grupamento de Bombeiros Militar: (82) 3551-7622 / (82) 3551-5358.

Arapiraca e Palmeira dos Índios

7º Grupamento de Bombeiros Militar: (82) 3522-2377 / (82) 34212695.

Santana do Ipanema e Delmiro Gouveia

9° Grupamento de Bombeiros Militar (82) 3621-1491 / (82) 3621-1223.


Em Recife, Pernambuco:

Instituto de Assistência Social e Cidadania do Recife (IASC): Rua Imperial, 202, no bairro de São José.

Quadra Poliesportiva, bairro Derby - recebendo doações das 9h às 17h - (81) 3412-1311

Quartel Central do Corpo de Bombeiros: Avenida João de Barros 399, bairro Boa Vista - (81) 3182-9154

Prefeitura do Recife: Avenida Cais do Apolo, 925, Bairro do Recife.


Outras cidades de Pernambuco:

Cabo de Santo Agostinho

Centros de referência em Assistência Social (Cras), em Ponte dos Carvalhos e do Cabo.

Secretaria Municipal de Programas Sociais e da Mulher - recolhimento pode ser requisitado pelos telefones - (81) 3521-6759 / (81) 3521-6718.

Ipojuca

Secretaria de Ação Social do Ipojuca. Sede: Rua João Pessoa, S/Nº – Ipojuca - (81) 8830-5007 e 3551-1114.

Gravatá

Secretaria de Ação Social e Praça da Matriz: Rua Francisco Bezerra de Carvalho, Centro - (81) 3563-9057 / 3563-9037.

Palmares

A Associação Pernambucana dos Cabos e Soldados (ACS-PE): Rua Amaro Bezerra, 489, Derby -(81) 3423-0604 / 3423-9907 -

Veja galeria de fotos com imagens da destruição

SUBINDO O MONTE SINAI – Bispo Romualdo, Bispo Clodomir e Bispo Júlio

A Vontade de Deus


No cuidado em fazer a vontade de Deus está o grau de relacionamento do servo com o Senhor. Agradar a Deus é fazer Sua vontade de forma livre e espontânea. Esse é o mais sublime sentimento que norteia a vida de quem realmente é servo do Altíssimo.

É até compreensível ver a maioria das pessoas preocupadas com seus afazeres e cuidados com o agrado de si mesmas. Doloroso é ver, incluídos nessa maioria, aqueles que, apesar dos muitos conhecimentos bíblicos, nunca tiveram experiência pessoal com o Salvador.

Mas, como servir Alguém a Quem não conhecemos? Como agradar ou fazer a vontade de Um Desconhecido?

Esse não é o problema do nascido do Espírito Santo. Ele entende perfeitamente o significado da vontade do Senhor porque é servo, nasceu para servir, não para ser servido. Ele sabe a vontade de seu Senhor. Se o faz ou não, são outros quinhentos. Mas, quando ele agrada seu Senhor, Este torna possível a realização de seus sonhos de forma natural, sem ansiedade, estresse ou coisa parecida. Até porque, a vontade de Deus jamais vai contra o bem-estar dos Seus filhos.

Como Pai, Ele sabe o que é melhor ou não para os filhos. Muitas vezes, ou quase sempre, eles usam a fé para tomar posse de bens antecipados. Quanto a isso, pergunto: qual a capacidade da criança administrar mil reais? Por conta disso, há que se usar a fé nas conquistas materiais, sim, mas sempre sujeitar tal fé, rigorosamente de acordo com a vontade de Deus, para que a bênção não se torne maldição.

Publicado por  Bispo Edir Macedo

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Educação Bíblica Infanto-Juvenil


Dar educação cristã a crianças e pré-adolescentes é o objetivo da EBI

A Escola Bíblica Infanto –Juvenil (EBI) tem por objetivo levar educação cristã para as crianças e pré-adolescentes de forma dinâmica e atrativa, bem como dar apoio, suporte e orientação aos pais e responsáveis sobre como educar os seus filhos nos caminhos de Deus.

Ao contrário do que muita gente pensa, a EBI é muito mais que um local onde as crianças e pré-adolescentes ficam enquanto os pais participam dos cultos da IURD. Visa formar uma geração consciente de seus valores e responsabilidades, capacitando seus alunos para exercer o papel de cristão na sociedade, além de cumprir o propósito de Deus, que é expandir o Seu Reino através da educação cristã, trabalhando em aliança com os pais e cooperando na educação dos filhos sobre a cobertura espiritual da Igreja.

Trajetória

A Igreja Universal do Reino de Deus sempre demonstrou preocupação e carinho no que diz respeito ao trabalho com as crianças. No início, devido às dificuldades e por serem os templos alugados, não havia nas igrejas um espaço apropriado para elas. Com o passar dos anos e com o crescimento e desenvolvimento da Igreja foram sendo construídos templos próprios e mais modernos (Catedrais), e na planta dos mesmos foi incluído um espaço planejado com salas e banheiros adequados exclusivamente para as crianças, de acordo com a faixa etária de cada uma.

Missão

A missão da EBI é cumprir o mandamento da Palavra de Deus, que diz: “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.” (Provérbios 22.6) “Quem ganha a alma de um adulto, ganha parte de uma vida para Deus; quem ganha uma criança, ganha uma vida inteira que será usada a serviço de Dele”.

Divisão por faixa etária

Para um melhor aprendizado das crianças e organização do trabalho pedagógico, levando-se em consideração que cada um possui suas peculiaridades básicas de aprendizado, a EBI é dividida por faixas etárias: de 0 a 12 meses (berçário), 2 e 3 anos (maternal), 4 a 7 anos (primário), 8 a 10 anos (juniores) e 11 a 14 anos (juvenil).

Equipe de voluntários

Para realizar o trabalho de educação cristã, a EBI conta com a colaboração dos educadores, que, com empenho e dedicação, têm levado a Palavra de Deus para as crianças e pré-adolescentes. Periodicamente são realizadas reuniões e workshops para esses educadores, com o objetivo de instruí-los pedagogicamente, consagrá-los espiritualmente e dar dicas e orientações de como levar para as crianças e pré-adolescentes a educação cristã, através da Palavra de Deus, de forma inovadora.

A Pedra

Coração de Madeira


Cansada de tanto chorar, sofrendo com as tristezas que seu filho a fazia passar, uma senhora decidiu materializar sua dor.

Ela pegou um coração de madeira, cravou muitos pregos nele e o pendurou na porta de entrada da casa.

Ao ver a estranha escultura, seu filho perguntou: “Por que esse coração feio e cheio de pregos na parede?” Ela respondeu: “O coração é o meu. Os pregos são as amarguras e tristezas que você me tem causado.”

Sem palavras e profundamente entristecido, o filho saiu decidido a mudar seu comportamento.

Passadas algumas semanas, ele notou que os pregos do coração haviam sido retirados e, novamente, perguntou: “Por que os pregos foram removidos?” Ao que a mãe respondeu: “Conforme suas atitudes foram mudando, as amarguras e tristezas foram cessando e, por isso, retirei os pregos que as representavam.”

O rapaz ficou aliviado ao perceber que já não era mais causador de dores emocionais da mãe, mas, ao olhar novamente para o coração de madeira, também notou que apesar dos pregos não estarem mais lá, as marcas deixadas por eles ficariam para sempre.

Publicado por Bispo Edir Macedo

Bispo Macedo – Portugal – Sexta-Feira Santa 21 de Março de 2008

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Entrevista com Giovani


O cantor e compositor gospel Giovani Santos conta como chegou à IURD e fala sobre sua carreira

Com o timbre de voz fina e sempre sorridente, o cantor, compositor e tecladista Giovani Santos, de 35 anos, fala sobre sua conversão, o interesse pela música, a trajetória como tecladista da IURD e sua família. Ele compartilha com os internautas do Arca Universal os desafios vividos e as vitórias alcançadas com seu novo trabalho o CD “Honra e Prazer”.

Como você conheceu o Senhor Jesus?

Cheguei à Igreja aos 9 anos de idade. Minha mãe sofria muito com problemas dentro de casa, por causa de brigas com meu pai, que, como músico, sempre levou a vida dele em salão de bailes. Na ocasião, ela buscou ajuda na IURD e me levou junto. Lá, conheci um obreiro, que hoje é pastor, que sempre me orientava a respeito da fé. Dizia que eu tinha que me converter, e eu não sabia o que era isso. Era pequeno ainda. Ele me deu uma Bíblia, foi me ensinando e ali eu fui desenvolvendo, crescendo espiritualmente. Aos 10 anos já era obreiro da Igreja, contrariando demais o meu pai, já que o sonho dele era que eu fosse um músico, tal como ele, que eu tocasse em salão de bailes, do estilo dele, mas eu escolhi a Igreja e lá fiquei. Conheci a Deus e cresci na presença dEle. Aos 15 anos já estava fazendo a obra do Senhor.

Como surgiu o interesse pela música?

Um dia, com 16 anos, fui à IURD do Brás e lá vi um rapaz tocando teclado, o que despertou meu interesse. Na ocasião, havia ganhado do pastor da minha Igreja um violão, e o bispo Marcelo Brayner, que na ocasião estava em São Paulo, me ensinou umas notas nele. Ali eu comecei a me aperfeiçoar e, aos poucos, fui tomando gosto pela música, porém, não por tocar violão, mas sim pelo teclado.

É verdade que aprendeu a tocar teclado sozinho?

Sim, é verdade. Eu nunca estudei teclado. É talento mesmo. Eu nunca entrei numa sala de aula de teclado, não sei nem como é. Muitas notas eu mal sei o nome. Às vezes eu começo a tocar e vai saindo algo bonito, mas eu não sei nem o que estou fazendo. Chego a chorar, porque eu não acredito que está saindo aquilo, de tão bonito que ficou. É mesmo um talento que Deus me concedeu.

Quais as dificuldades que encontrou para aprender a tocar teclado sozinho?

Por incrível que pareça não foi muito difícil, pelo fato de eu já saber as notas no violão. Eu tirava e jogava para o teclado, mas exigiu dedicação, compromisso, força de vontade e muito treino. Como eu toquei durante muito tempo sozinho na Igreja, me dedicava quase que integralmente ao teclado. Acredito que esse foi o meu maior aprendizado, sem contar meu gosto por música instrumental, que eu ouço muito, gosto demais. Até hoje eu treino muito. Eu ligo o teclado e fico acompanhando um CD que coloco para tocar. É muito gostoso.

Durante anos você foi tecladista na Igreja Universal. O que você tem a falar desse período?

Foi um período maravilhoso, de aprendizado, de lutas, mas de grandes vitórias. A Igreja Universal é a minha mãe. Imagine uma criança que chegou aos 9 anos de idade e aos 10 foi levantada a obreiro; imagine todo esse tempo? Assim foi a minha vida, e hoje, aos 35 anos, continuo nela, não mais como tecladista, mas eu amo a Igreja Universal demais, ela é mais do que uma mãe pra mim. Cuidou da minha vida física, material e, principalmente, espiritual. Só tenho a agradecer pela existência dessa porta aberta.

O que o motivou a partir para a carreira solo?

A Bíblia diz que cada um permaneça na vocação em que foi chamado, e minha vocação é tocar, cantar. Eu sentia no meu coração que Deus queria me usar dessa forma, mas eu não planejei nada. Eu vi que o que Deus desenvolveu na minha vida foi o louvor, e um dia li sobre isso na Bíblia. Ali eu tive a certeza no meu coração de que deveria seguir neste caminho. Eu pensei: “Vou permanecer na vocação que Ele me deu, só que tenho que sair, ir para a rua, não importando a quantidade de gente, até porque se eu pensasse nisso, não sairia, mas decidi me dedicar. E deu certo.

Quais os desafios enfrentados nessa nova etapa de sua vida?

Foram muitos, mas desde que decidi sair pra me dedicar a esse ministério, uma das maiores dificuldades que enfrentei foi me apresentar em outras igrejas, já que estava acostumado somente ali, na Igreja Universal, tocando e cantando todos os dias. Por outro lado, apesar de, na época, ninguém me conhecer, quando eu abria a boca e começava a cantar, logo as pessoas reconheciam minha voz, porque elas assistem às programações da IURD na tevê, ouvem a rádio, e eu estava ali, diariamente, quando era tecladista da IURD. Mas são desafios que fazem parte da nossa vida. Eu tenho aprendido muito e tenho sido muito bem recebido por essas denominações. Quando tomamos atitudes baseadas na fé, de uma forma ou de outra, dá certo.

Você é casado há bastante tempo e tem um filho. Qual a importância da família para sua vida profissional?

Se não fosse a minha esposa, Patrícia, me apoiar, não sei se estaria aqui ainda. Porque tudo o que eu já decidi foi em concordância com ela. Na época em que decidi casar com ela, foi um momento difícil pra gente, e ela teve que ser firme nesse propósito. Quando decidi sair para me dedicar ao ministério tive o total apoio da Patrícia. Ela sempre disse que estaria ao meu lado em qualquer decisão. E isso é muito importante, porque se tenho uma esposa que não concorda com o que faço, não vai dar certo. A verdade é que se eu não tivesse a família que tenho hoje, acho que não chegaria até aqui.

Além de cantar e tocar, você também compõe a maioria de suas músicas. Como é esse processo de composição e onde você encontra inspiração?

Componho imaginando uma pessoa entrando pela primeira vez na presença de Deus; outras eu imagino buscando o Espírito Santo; ou me coloco no lugar daquela pessoa que saiu da presença de Deus, mas está voltando; às vezes, no lugar daquela que está sofrendo demais. Enfim, é assim que eu sempre componho, procuro me colocar no lugar de um sofredor ou de um adorador para escrever uma canção. E, claro, a minha inspiração vem de Deus, não tenha dúvida.

Você tem três CDs gravados, sendo dois pela Line Records, e algumas coletâneas. A música “Honra e Prazer” - que também é título do seu mais recente trabalho, lançado há pouco mais de 2 meses - está entre as mais tocadas na Rede Aleluia, seguida de outras canções do mesmo CD. Como você avalia esse reconhecimento?

Colhendo o que de bom eu plantei nesses anos todos. Vejo Deus honrando os propósitos do meu coração e abençoando o trabalho das minhas mãos.

Quais são seus planos para o futuro?

Continuar fazendo exatamente aquilo que faço hoje: louvar o meu Deus, através das minhas canções e composições. Estou feliz e realizado porque faço exatamente o que amo. Hoje, vivo muito bem com meu pai, ele é um grande amigo meu, tenho uma família maravilhosa e só tenho a agradecer a Deus pelas bênçãos que Ele tem derramado sobre a minha vida.

Reunião de Libertação na Igreja Universal

Fé cura ex-jogador de futebol de câncer na laringe


A rouquidão persistente era um dos sintomas da grave doença

Ele era jogador de futebol até a sua saúde receber um cartão vermelho. Uma rouquidão persistente, que tanto incomodava José Barbosa, de 52 anos, era um dos sintomas do grave mal que o atingia: um câncer na laringe. “Quando recebi o resultado dos exames que constataram a doença, não acreditei. Logo eu, um jogador de futebol, que sempre tive a saúde perfeita. Sentia que não ia resistir”, conta, ainda emocionado, ao lembrar que os médicos tinham dado a ele apenas mais 3 meses de vida.

Sem aceitar aquela sentença, a esposa dele, Maria do Rosário Barbosa, de 46 anos, procurava uma solução. Ouvindo a programação de rádio da IURD decidiu participar de uma reunião na Igreja, realizada pelo bispo Sérgio Correa, em Maceió, capital alagoana. Os 70 quilômetros que separam as cidades de Branquinha (AL), onde mora o casal, e Maceió não foram obstáculos para a fé de Maria do Rosário.

Deprimido e sob efeito da quimioterapia, Barbosa já havia perdido 30 quilos, respirava com dificuldade e não conseguia mais engolir. Meio a contragosto, ele chegou à catedral junto com a esposa, onde o bispo orou forte contra a enfermidade. “Saí da igreja me sentindo bem melhor. Já conseguia engolir e respirar com facilidade”, lembra o ex-jogador. Começava ali uma nova fase na vida do casal.

Um mês depois, veio a confirmação: o exame médico revelava a cura de Barbosa. “É uma emoção sem tamanho. Sou a prova viva de um milagre”, testemunha ele.

A Catedral da Fé em Maceió fica à Avenida Comendador Gustavo Paiva, 3.076, no bairro Mangabeiras.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Órgãos de AL e PE recebem doações para afetados pelas chuvas


Contas foram criadas para ajudar alagoanos e pernambucanos

Os transbordamentos de rios causados pelas chuvas da última semana em Alagoas e Pernambuco sensibilizaram a sociedade e o poder público dos dois Estados, que criaram meios de ajudar os afetados. Em Alagoas, todos os batalhões da Polícia Militar e os quartéis do Corpo de Bombeiros estão recebendo donativos. As unidades do Espaço Cidadão também recolhem ajuda. A Uneal (Universidade Federal de Alagoas) foi outra instituição a aderir e arrecadar água potável, alimentos não perecíveis, vestuário, cobertores e calçados.

Veja em vídeos a tragédia no Nordeste
Quem não estiver no Estado, mas quiser ajudar, o Corpo de Bombeiros criou duas contas. As doações em dinheiro podem ser feitas na conta corrente 5241-8 na agência 3557-2 do Banco do Brasil, ou na conta corrente 955-6 da agência 2735 da Caixa Econômica Federal.

Pernambuco também está recolhendo donativos para os afetados. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros recebem as doações em todas suas unidades da capital Recife. O prédio da Agência Estadual do Meio Ambiente também aceita água potável, alimentos não perecíveis, vestuário, cobertores e calçados.

Em Barreiros, uma das cidades mais afetadas no Estado junto com Água Preta, Correntes, Jaqueira, Palmares, São Benedito do Sul, Vitória e Cortês, a Polícia Rodoviária Federal recebe doações em dinheiro através da conta corrente 6070-4 da agência 0710-2 do Banco do Brasil.

Todas as doações de mantimentos, tanto em Alagoas quanto em Pernambuco, arrecadadas por órgãos públicos ou entidades privadas, serão encaminhadas às defesas civis estaduais.

O desabafo de Kaká


O principal astro da Seleção Brasileira acusa jornalista da Folha de S. Paulo de perseguição religiosa

O camisa 10 da Seleção Brasileira de futebol, Kaká, que está disputando a Copa do Mundo, na África do Sul, aproveitou uma coletiva de imprensa realizada nessa terça-feira, 22 de junho, em Johannesburgo, para responder às inúmeras críticas que vem recebendo do colunista do jornal Folha de S. Paulo e blogueiro do UOL, Juca Kfouri.

Ele acusou o jornalista de perseguição, por conta dos seus hábitos religiosos, e de um suposto preconceito contra pessoas que professam a fé em Jesus Cristo.

“Há algum tempo, os canhões dele são disparados contra mim, não profissionalmente, mas de uma forma pessoal. Eu queria aproveitar para responder às críticas que ele vem fazendo, e o que me deixa triste é que o problema dele comigo não é profissional, mas porque ele não aceita minha religião (evangélica), porque eu sou uma pessoa que segue Jesus Cristo”, afirmou o meio-campo.

Ele acrescentou que falava ainda em nome de milhões de brasileiros que, como ele, creem em Deus. “Eu o respeito como ateu, e gostaria que ele me respeitasse como [seguidor] de Jesus Cristo, como alguém que professa a fé em Jesus Cristo”.

O motivo da irritação do jogador, dessa vez, foi com relação a um artigo escrito pelo jornalista, na última segunda-feira, publicado na Folha de S. Paulo, no qual Kfouri especulava sobre a lesão do craque do Real Madrid. “Kaká desmentirá, assim como o médico da Seleção Brasileira. Mas o fato é que ele está sofrendo para jogar esta Copa do Mundo e pode, como Guga (o maior tenista brasileiro), até encerrar sua bela trajetória no futebol muito mais rapidamente do que gostaria”, dizia um trecho do texto.

Horas depois das declarações de Kaká, Kfouri fez alguns comentários sobre o assunto em seu blog. “Critico sim o merchandising religioso que ele e outros jogadores da Seleção costumam fazer, tentando nos enfiar suas crenças goela abaixo... Para quem não tem nada no púbis, como alegou (Kaká), por que cogitar tal hipótese (de fazer uma cirurgia depois da Copa do Mundo)? Talvez só Deus saiba. Como não acredito nele…”, escreveu.

Veja o vídeo com a entrevista:


IURD arrecada doações para vítimas das chuvas nos estados de Pernambuco e Alagoas


Pastor e esposa ficaram mais de 17 horas ilhados na casa onde moravam

Alagoas e Pernambuco sofrem com as enchentes decorrentes das chuvas que atingem os estados desde quinta-feira última (17). Até o momento, foram contabilizados 41 mortos e mais de 100 mil desabrigados. De acordo com o governo dos dois estados, o número de desaparecidos passa de mil. O Governo Federal anunciou nesta terça-feira (22) a liberação de R$100 milhões para Pernambuco e Alagoas, visando a reconstrução dos municípios castigados pelas chuvas.

A Igreja Universal do Reino de Deus de Alagoas mobilizou cerca de 400 voluntários e está arrecadando donativos para as pessoas das regiões afetadas. De acordo com o bispo responsável pelo trabalho evangelístico no estado, Sérgio Correa, as entregas serão feitas a partir desta quarta-feira (23).

Equipes da IURD foram até algumas cidades atingidas para ter uma noção do desastre e muitos voluntários voltaram chocados com as imagens que viram. De acordo com o pastor Evandro Luiz França, na cidade de Rio Largo há corpos espalhados pelas ruas e a devastação foi completa. “Eu fiquei comovido com o que vi. A água levou tudo, hospitais, casas, mercados. É uma situação de calamidade pública”, desabafa.


Quem enfrentou a força das águas e sobreviveu a elas foi o pastor da Igreja Universal do Reino de Deus de Murici, município do interior de Alagoas, distante 44 quilômetros da capital, Maceió. Raimundo Oliveira de Jesus (foto ao lado, com a esposa), de 38 anos, conta que o relógio marcava 21h30 de uma noite chuvosa de sexta-feira, dia 18, e ele encerrava mais um dia de trabalho junto com os obreiros. A esposa dele, Elbione Costa de Jesus, de 31 anos, o esperava em casa, um apartamento montado em cima de uma loja, no Centro da cidade.

Quando o pastor chegou em casa, não demorou 15 minutos para a água invadir a loja e tomar conta de todo o prédio. “Ouvíamos as pessoas gritando por socorro, presas nas árvores. A sensação era de impotência. Era praticamente impossível lutar contra o que estávamos vendo. A única saída era Jesus”, conta Elbione. Ela e o esposo ainda pensaram em subir para o telhado do prédio, mas um apagão tomou conta do município. “O telhado estava escorregadio. Achamos mais seguro ficar dentro da casa, ainda que ela estivesse cheia de água”, relembra ela.

Em busca de ajuda, o casal ligou para o bispo Sérgio Correa. “Lembro que, no momento da ligação, um poste caiu sobre o nosso quarto e perdemos a comunicação. Mas tínhamos certeza de que o estado estava em oração”, diz José Raimundo, ao descrever a cena desesperadora de ver animais, bens materiais e pessoas sendo arrastadas pela força das águas.

“Abraçado com minha esposa, começamos a orar e a clamar para que Deus colocasse os anjos dEle em cada coluna daquela casa para que ela não desabasse. A loja já tinha sido carregada. Apenas duas paredes sustentavam a estrutura”, descreve. Um vizinho deles, também evangélico, se uniu a eles em oração. Metade da casa dele também já tinha sido carregada pelas águas.

“Minutos depois, às 3 da tarde de sábado, dia 19, o nível da água começou a baixar. De cima do prédio, a cena era de destruição. Da rua onde morávamos, sobraram apenas metade da nossa casa e a de nosso vizinho. Graças a Deus, sobrevivemos ilesos”, conta o pastor, ainda emocionado.

Apesar de ter templos afetados pelas inundações, a IURD continuará arrecadando donativos para as vítimas. Se você está em Alagoas e deseja colaborar, em Maceió vá à catedral da IURD localizada na Avenida Comendador Gustavo Paiva, 3.076, no bairro Mangabeiras e se estiver em Pernambuco e deseja colaborar, em Recife vá à Catedral da IURD localizada na Avenida Cruz Cabugá , 141, no bairro de Santo Amaro , Em outros municípios, procure uma IURD perto da sua casa e faça a sua doação.

7 Regras Para Casais


 1.Nunca mencionaremos a palavra "divórcio".

2.Nunca traremos assuntos do passado que não mais importam no presente.

3.Nunca brigaremos em público ou na frente de nossos filhos.

4.Sempre daremos trégua um ao outro se o conflito se escalar a um nível prejudicial.

5.Nunca tocaremos um ao outro para agredir.

6.Nunca iremos para a cama com raiva um do outro.

7.O fracasso não é uma opção. Custe o que custar, resolveremos nossas diferenças.

Raiva mal direcionada

A raiva é uma força poderosa que pode mudar muitas coisas - quando usada da maneira certa. Você tem direcionado a sua raiva de maneira errada?

terça-feira, 22 de junho de 2010

A Importância de sermos o templo do Espírito Santo


"Deus habita em templos construídos exclusivamente por Suas mãos"

Neste domingo (20), o bispo Edir Macedo ministrou a Reunião do Encontro com Deus na Catedral da Fé, em Santo Amaro, zona sul de São Paulo. Aproximadamente 7 mil pessoas participaram do encontro, ouviram a mensagem sobre salvação e receberam a unção com o óleo santo, vindo de Israel.

Após entoar uma canção, o bispo falou acerca de nossos problemas, dizendo que um dia todos nós compreenderemos tudo o que passamos. Ressaltou que o Senhor Jesus, no momento de Sua aflição, disse: “... Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?” (Mateus 27:46). “Isto quer dizer que Jesus estava só. Naquela ocasião, Ele não era Deus, mas um homem desamparado. No entanto, hoje, vivo, intercede por aqueles que Nele crêem”, afirmou.

Além disso, o bispo falou sobre a construção do Templo de Salomão, na capital paulista, com capacidade para 10 mil pessoas. Porém, deixou bem claro que Deus não habita em templos construídos por mãos humanas, mas no “templo construído exclusivamente por Suas mãos”, a saber, a própria pessoa, quando possui o Espírito Santo. “Quando a pessoa tem o Espírito Santo, Ele passa a habitar nela e não se afasta em nenhum momento”, explicou.

Segundo ele, isso é tão forte que o apóstolo Paulo diz: “Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus. Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se, de fato,o Espírito de Deus habita em vós. E, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.” (Romanos 8:8-9)

De acordo com o bispo, “o cristão não tem duas caras: é sim, sim, ou não, não. Tem uma palavra só. Não é como aquelas pessoas que possuem uma fé pirata, que são dissimuladas. Parecem originais, mas comportam-se como piratas”, esclareceu.

Reforçando ainda a pregação, perguntou se a pessoa quer uma resposta de Deus ou Deus, que dá todas as respostas; se quer a bênção ou o abençoador. Para finalizar, disse que devemos ter “não o espírito de quem já morreu, mas de quem morreu e ressuscitou, ou seja, o Senhor Jesus. Pois, se Ele ressuscitou, nos ressuscitará também”, concluiu.

Sonho de ser mãe realizado através da fé

Para Andréia, engravidar era impossível

Os empresários Andréia Cristiane Lopes (35) e Marcelo Menezes Pereira (31) saíram da terra natal em Porto Alegre (RS), rumo ao estado do Pará em busca de nova perspectiva de vida. Mas o que parecia ser um sonho, segundo Andréia, se transformou em pesadelo. A proposta da sociedade de negócio não deu certo e teve que ser desfeita. O sonho de engravidar também era impossível, pois, segundo os médicos, ela era estéril. Mediante tantos obstáculos, Andréia e Marcelo jamais deixaram de acreditar; por isso, graças à fé no Deus dos impossíveis, eles podem testemunhar os milagres em suas vidas.

Desempregado, o casal não encontrou outra alternativa senão morar num cortiço.

“Não tínhamos cama, dormíamos no chão. Nossa refeição era macarrão instantâneo diariamente. Nosso sofrimento teve fim quando conhecemos a Igreja Universal em Belém. Após muita perseverança, as portas foram se abrindo. Participamos da Fogueira Santa de Israel, subimos ao altar para sacrificar e descemos com a certeza da vitória”, contam.

Meses depois, eles conseguiram montar a própria empresa, a Cosmético Oxigênio. Em seguida, vieram novas conquistas: compraram um carro novo e saíram do cortiço para morar num apartamento de luxo.

“Recuperamos nosso crédito. Podemos comer nos melhores restaurantes, escolhemos o carro que desejamos e viajamos para todos os lugares”, relatam.

Outro milagre alcançado pelo casal foi o nascimento da pequena Manuela. “Eu não podia engravidar. Fiz vários tratamentos durante quatro anos e os médicos disseram que seria impossível no meu caso. Eu me revoltei e busquei esse milagre. Participei de outra Fogueira Santa. Uma semana depois, descobri estar grávida da Manuela”, revela, emocionada.

Hoje, Andréia e Marcelo atribuem à Fogueira Santa o caminho para as grandes conquistas e aguardam com expectativa os novos desafios.

“Espero todos os anos ansiosa pela Fogueira Santa, pois é por meio do verdadeiro sacrifício que conquistamos os milagres garantidos por Deus. Eu tenho metas e sonhos maiores e com certeza irei alcançá-los mediante a minha fé e a dependência no Senhor Jesus”, conclui Andréia.

O Pai da Mentira



Publicado por Bispo Edir Macedo

segunda-feira, 21 de junho de 2010

DOMINGO DA CONCENTRAÇÃO DE FÉ E MILAGRES


Na Concentração de Fé e Milagres no dia (20/06/10) , que acontece todos os domingos, às 7:00 Horas , na Igreja Universal em Afogados no Recife-PE, o pastor Rogério Serra iniciou a reunião ressaltando a importância de Quando uma pessoa nasce do Espírito Santo, ela se torna uma nova criatura. Jesus quer te conduzir, mas Ele só consegue fazer isso com os que são humildes de espírito .

Quando você é humilde e sincero e reconhece as suas falhas, o Espírito Santo, vendo essa sinceridade, porque Deus nos conhece melhor do que nós mesmos, vem, trata e cuida da gente, mas quando Ele vê que não há sinceridade nem arrependimento, o que Ele pode fazer?” Essa foi a questão levantada pelo pastor Rogério Serra durante o encontro.

O pastor disse ainda que quando ele teve um encontro com Deus, sua mente mudou. Deus fez dele um novo homem que foi gerado na presença do Espírito Santo.
Quem vem das alturas certamente está acima de todos; quem vem da terra é terreno e fala da terra. Quem veio do céu está acima de todos e testifica o que tem visto e ouvido; contudo, ninguém aceita o seu testemunho. Quem, todavia, lhe aceita o testemunho, por sua vez, certifica que Deus é verdadeiro. (João 3: 31-32)

A IURD em Afogados está localizada no Largo da Paz, 267 – Afogados – Recife/PE.

CHÃ DE CRUZ RECEBE AÇÃO SOCIAL DO GOVERNO E DO AGENTE DA COMUNIDADE


Uma grande parceria da Igreja Universal do Reino de Deus, com SDS/PE, tem ajudado muitas comunidade do Recife, e grande Recife, e Zona da Mata, e em toda Região do Estado , No último sábado,19/06, foi contemplado o Bairro de Chã de Cruz no Município de Paudalho/PE .

Teve Altino Ventura com exame de vista, Também carteira de Identidade,1ª 2ª 3ª via, carteira Professional, Profissionais na área de Saúde, Clínico Geral, aferição de Pressão, teste de Glicose, Atendimento Jurídico, corte de Cabelo, limpeza de Pele, Ação foi realizada na Igreja Evangélica Congregacional , sobre a Responsabilidade do Pastor Jair, a população ficou maravilhado com tudo que lhes foi oferecido .

As equipes do mutirão foram muito bem recebida e acolhida pelo Pr. Jair Silva e sua esposa a Mis.Rita de Cássia - Igreja Congregacional de Chã de Cruz, localizada no Km 20 de Aldeia à rua Maria G. Tabosa, s/nº.
O pastor desenvolve um projeto na comunidade de futebol, culinária, instrumentos musicais e educacionais com cerca de 500 jovens (crianças e adolescentes), evitando que estejam nas ruas, ociosas. Os que se destacam no futebol são encaminhadas aos grandes times de Recife.
Além dos serviços normalmente oferecidos, houve a participação da FAV - Fundação Altino Ventura, referencia no nordeste em oftalmologia. Livio Fragosso - Coordenador de ações contabilizou cerca de 40 atendimentos no consultório móvel, que conta com mais uma unidade destinada ao interior do estado e 02 ônibus na modalidade de clinica e o outro destinado a cirurgias. A FAV se mantem por meio de doações, quem quiser colaborar com a instituição é só ligar para captação de recursos - Tel: (81)3302-4300.
...Foram contabilizados 574 atendimentos .







Fonte de vida são os pensamentos livres da malícia. Essa não só tem corrompido a pureza da boa fé, como tem sido principal responsável pela queda de muitos cristãos.

A frieza do amor nos últimos dias não diz respeito a relacionamentos entre as pessoas, mas, sim, em relação a Deus. Esse tipo de amor refere-se ao amor proveniente da fé. Isso tem sido visível nos dias atuais.
A qualidade de fé cristã atual tem se igualado à mesma vivida por Israel nos dias do profeta Jeremias. Há uma enorme apostasia da fé hoje em dia. E tudo isso gerado pela malícia.

Sugiro a meditação, não a leitura, do nono capítulo de Jeremias. Destaco o seguinte:

Meu povo…curva a língua, como se fosse o seu arco, para a mentira; fortalece-se na terra, mas não para a verdade, porque avançam de malícia em malícia e não Me conhecem, diz o Senhor. Jeremias 9.3

O fortalecimento do “cristão” malicioso, isto é, sua prosperidade, não tem sido para honrar ao Senhor Jesus, mas para disputar interesses pessoais. Por isso, gera malícia.

Portanto, guardai-vos cada um do seu amigo e em irmão nenhum deposite confiança; porque todo irmão não faz mais do que enganar, e todo amigo anda caluniando. Cada um zomba do seu próximo, e não falam a verdade; ensinam a sua língua a proferir mentiras; cansam-se de praticar a iniquidade. Vivem no meio da falsidade; pela falsidade recusam conhecer-Me, diz o Senhor. Jeremias 9.4-6

Quando o Espírito adverte contra a má consciência, na verdade, está se referindo ao espírito da malícia. Muito comum entre os convencidos e não convertidos.  É preciso manter-se vigilante todo o tempo para não permitir o acesso da malícia ao coração.

Publicado por Bispo Edir Macedo

sábado, 19 de junho de 2010

Vídeo do Movimento Universal

O ato conjugal que agrada a Deus


 Bispo Macedo explica que o sexo dentro do casamento é algo sagrado e possibilita a aproximação maior entre o casal

O casamento para o cristão é a segunda decisão mais importante de sua vida, depois do encontro com Deus. E para que o matrimônio seja duradouro e feliz é necessário que a sabedoria divina esteja sobre o casal, para que um complete o outro em todos os aspectos.
Muitos casais que se entendiam muito bem, tinham os mesmos objetivos e até se gostavam, acabaram se separando por deixarem de lado uma ação fundamental para manutenção do casamento: o ato conjugal.

O bispo Edir Macedo afirma que o futuro de um casamento feliz está na cama.  Ele diz que o casal pode ser cheio do Espírito Santo, mas se não tiver uma vida sexualmente ativa, dificilmente serão fiéis um ao outro. O bispo explica que recebe diversos e-mails de maridos desapontados com suas esposas, que antes, como incrédulas, mantinham um relacionamento sexual prazeroso e com mais frequência, e após se converterem passaram a ver o ato conjugal como uma ação carnal. “Eu sei que no meio evangélico há uma tremenda hipocrisia quanto a este assunto. Muitos colegas de outras denominações têm considerado o ato conjugal como algo carnal e até demoníaco, como se o sexo tivesse sido criado mesmo no inferno. E essa ignorância tem sido divulgada entre os convertidos, a tal ponto que muitos estão deixando de lado suas obrigações para com seus respectivos maridos e respectivas esposas. Tenho certeza de que o diabo está adorando esta situação, pois nada é mais nocivo ao casamento do que os desencontros num leito imaculado”, explica.

O bispo cita a seguinte passagem bíblica para esclarecer a respeito do assunto: “O marido conceda à esposa o que lhe é devido, e também, semelhantemente, a esposa, ao seu marido. A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim o marido; e também, semelhantemente, o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim a mulher. Não vos priveis um ao outro, salvo talvez por mútuo consentimento, por algum tempo, para vos aplicardes à oração e, novamente, vos ajuntardes, para que satanás não vos tente por causa da incontinência.” (1 Coríntios 7:3-5)

Para o bispo, o sexo dentro do casamento é algo sagrado e possibilita a aproximação maior entre o casal. Ele aponta que a falta do uso da fé aliada à inteligência faz com que a maioria dos cristãos verdadeiros fracasse a partir da sua própria vida familiar.

O bispo também adverte aos casais para que eles não se deixem enganar e façam algo que seja contrário à natureza e acabem desagradando a Deus: “A meu ver, contrário à natureza significa tudo que distorce a harmonia entre Deus, o ser humano e a natureza. No sexo anal, o reto é agredido com uma introdução estranha à sua natureza. Ele não está na função de receber, mas de expelir as fezes. As fezes são o lixo do corpo humano. Usar o ânus como objeto de prazer é o mesmo que degustar um belo jantar a dois no meio do lixão. Não faz sentido. É questão de higiene, de saúde e, sobretudo, de inteligência.”

Apesar do alerta, o bispo faz questão de deixar claro que Deus concedeu ao ser humano o livre arbítrio e, por isso, cada um faz de seu corpo o que bem entender. Mas, enfatiza que o verdadeiro cristão sabe que seu corpo é templo do Espírito de Deus e, como tal, não aceita submeter-se a nada contrário à natureza.

LEIA MAIS:




Alerta sobre a pornografia


Para o bispo João Batista, a pessoa deve viver longe dela se quiser ficar em sintonia com Deus

Hoje em dia, é praticamente impossível alguém viver sem ser assediado pela pornografia. A vulgarização do sexo, aliada à tecnologia, faz com que ela esteja exposta em bancas de revistas, páginas de notícias da internet, spams recebidos por e-mail, vitrines de lojas especializadas no assunto, filmes de locadoras, quartos de hotéis em forma de filmes. Enfim, o ataque é constante, e alguns se rendem ao apelo e acabam enveredando por um caminho cheio de transtornos, que traz consequências negativas para quem é dominado pela pornografia.

O bispo da Igreja Universal em São Paulo (SP), João Batista, casado há 41 anos e há 29 anos convertido ao Evangelho, falou sobre o assunto com o portal Arca Universal. Confira.

Para alguns, a pornografia é vista como um hábito que não causa danos. Para outros, ela é como uma droga leve, como um pequeno vício, que abre caminho para problemas graves. Afinal, a pornografia é pecado?

Claro que sim. Ela tem ocupado um tempo precioso na vida de muitas pessoas, em detrimento dos estudos, do descanso, do lazer, da família e, sobretudo, de Deus. É algo sutil e muito envolvente, que começa de forma aparentemente inocente, como um simples olhar, que gera um pensamento impuro e que pouco a pouco vai sendo cultivado e alimentado e se ramifica a tal ponto de se tornar algo totalmente fora do controle da pessoa. Ela fica dominada.

Há diferença entre uma pessoa solteira praticar pornografia e uma pessoa casada?

Não, nenhuma. A pornografia certamente destrói tanto o casado como o solteiro. Hoje em dia, fala-se muito em globalização, onde tudo converge e há uma ideia geral de que os limites vão desaparecendo. A sociedade atual está repleta de exemplos negativos. As pessoas devem procurar seguir aqueles que possuem um padrão exemplar de vida, em vez de imitar quem está em posição de autoridade ou destaque sem avaliar a sua conduta de vida. A realidade mostra que há um grande número de pessoas que têm vivido a vida errada e promíscua de muitos dos seus ídolos.

Quais as consequências que a pornografia pode trazer para a vida espiritual de quem a pratica?

A pornografia, além de agredir a família, reduzindo os atrativos físicos entre o casal, que são os parceiros reais, faz exaltar todo o tipo de imoralidade que denigre e avilta a sociedade, tratando o sexo como uma simples diversão. E isto vem destruindo muitos lares.

Existem casais que buscam em filmes pornôs o estímulo para a relação sexual. Essa prática pode interferir no futuro do casamento?

Sim, com certeza. No passado, o povo do Oriente adorava e servia a “deuses” da fertilidade, utilizando órgãos sexuais como símbolos e a pornografia como forma de adoração, contrariando a vontade de Deus.

Muitos lutam para deixar o vício de ver pornografia há anos e não conseguem. Com a tecnologia ela está cada vez mais acessível a qualquer pessoa, de que forma o cristão pode dizer não à pornografia?

Deus descreve o sexo através da Sua Santa Palavra, como uma dádiva para o homem e para a mulher. Sendo assim, aquele que é de Deus deve viver de acordo com a Palavra de Deus, longe de uma vida errada e promíscua.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS POPULARES

LISTA DE BLOGS

ARQUIVO DO BLOG